Há 2 anos, Palmeiras batia Ponte Preta e respirava no Brasileirão 2012

  • Por Jovem Pan
  • 29/09/2014 10h25 - Atualizado em 24/09/2018 10h49
CURITIBA, PR, 11.07.2012: COPA DO BRASIL/FINAL/CORITIBA X PALMEIRAS - Marcos Assunção comemora gol do Palmeiras - Coritiba x Palmeiras fazem a final da Copa do Brasil 2012, no estádio Couto Pereira. (Foto: Leo Barrilari/Frame/Folhapress)Marcos Assunção - Palmeiras

Ameaçado pelo rebaixamento em 2014, o Palmeiras vive grave crise logo no ano de seu centenário. Em situação semelhante ao ano de 2012, quando acabou caindo para a Série B, o Verdão enfrentava a Ponte Preta há exatos dois anos e respirava na tabela. Com dois gols de Barcos e um de Marcos Assunção, o time comandado por Gilson Kleina despachava a Macaca, de Guto Ferreira, por 3 a 0 no Pacaembu e ficava perto de deixar a zona da degola.

Iniciando a 27ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2012 na 18ª colocação, o Palmeiras foi para cima da Ponte Preta precisando do resultado. Com Marcos Assunção no comando da criação alviverde, o Verdão abriu o placar com Barcos logo aos 12 minutos da etapa incial. Dois minuto depois, o argentino marcaria o seu segundo na partida, dando tranquilidade aos donos da casa para administrar o resultado.

Melhor em campo durante todo o jogo, o Palmeiras ainda balançou as redes com Marcos Assunção, em belo chute de fora da área, aos 14 minutos da etapa final, dando números finais ao placar do duelo.

Ao final da rodada, o time de Gilson Kleina somava 26 pontos, três a menos que o Coritiba, primeira equipe fora da zona do rebaixamento.

Ouça, no áudio acima, o gol de Marcos Assunção com narração de Rogério Assis.