Há 7 anos, Hamilton tirava título das mãos de Massa na última volta em Interlagos

  • Por Jovem Pan
  • 02/11/2015 15h07
Automobilismo - Fórmula-1, 2008: Grande Prêmio do Brasil: o piloto brasileiro Felipe Massa, da Ferrari, chora ao perder o campeonato para o inglês Lewis Hamilton, da McLaren, por 1 ponto de diferença, no GP do Brasil, no circuito de Interlagos, em São Paulo, SP. Felipe Massa venceu a corrida e Lewis Hamilton terminou na quinta posição. (São Paulo, SP, 02.11.2008. Foto de Fernando Donasci/Folhapress)Felipe Massa chora ao saber que perdeu o mundial de 2008 por apenas um ponto após vencer o GP do Brasil

Lewis Hamilton conquistou, no GP dos Estados Unidos deste ano, seu terceiro título na Fórmula 1 com facilidade. No entanto, sua primeira conquista, que completa sete anos nesta segunda-feira (2), foi bem mais dramática. A corrida no GP do Brasil é até hoje considerada uma das mais emocionantes da história, e também uma das mais tristes para os brasileiros.

Para se sagrar campeão, Felipe Massa precisava vencer em Interlagos e torcer para que Hamilton ficasse no máximo na sexta colocação. Caso isso acontecesse, o brasileiros e o inglês ficariam empatados em pontos, mas Massa levaria o troféu por ter mais vitórias na temporada – seis contra cinco.

A chuva torrencial que caiu sobre o autódromo pouco antes da largada já prenunciava uma corrida diferente. As equipes tiveram de trocar os pneus de seus carros e o início da disputa acabou se atrasando em 10 minutos. Isso, no entanto, não atrapalhou o brasileiro da Ferrari, que largou em primeiro e cruzou a linha de chegada na mesma posição.

No momento em que Massa venceu a corrida, muitos comemoravam o título mundial do Brasil, que não acontecia desde 1991, com Ayrton Senna, pois Hamilton estava na sexta colocação – justamente o resultado necessário. No entanto, na última volta, muito perto do fim, o piloto da McLaren acabou ultrapassando Timo Glock.

Com a ultrapassagem, Hamilton ficou em quinto lugar e terminou o campeonato com 98 pontos, contra 97 de Massa. Até hoje é discutido se Glock tirou o pé e deixou o inglês passá-lo de propósito. Foi um desfecho emocionante e dramático, em que, como em qualquer esporte, houve um perdedor, houve quem chorasse as lágrimas da derrota – e, infelizmente, foi a vez do Brasil passar por isso.

Ouça, no vídeo abaixo, a narração da Rádio Jovem Pan do final do GP do Brasil.