Hamilton aproveita falha no carro de Rosberg e vence em Silverstone

  • Por Jovem Pan
  • 06/07/2014 11h30
Confira as melhores imagens do Grande Prêmio da Inglaterra de Fórmula 1

Em busca de seu segundo título mundial, o inglês Lewis Hamilton (Mercedes) contou com a sorte, neste domingo, e conquistou a vitória no Grande Prêmio da Grã-Bretanha. Após largar na sexta posição, o piloto da casa viu seu companheiro de equipe, Nico Rosberg, abandonar na volta 29 e facilitar seu triunfo no circuito de Silverstone. Valtteri Bottas (Williams) e Daniel Ricciardo (Red Bull) completaram o pódio.

Ainda na primeira volta, Kimi Raikkonen perdeu o controle de seu carro, saiu da pista e voltou. O brasileiro Felipe Massa (Williams), que vinha na última posição e tentava recuperação, não conseguiu desviar a tempo e acertou seu ex-companheiro de equipe, danificando o lado esquerdo de seu carro. Com isto, acabou abandonando a corrida, que chegou até a ser momentaneamente interrompida.

O principal fato da corrida, porém, aconteceu na volta 29. Após largar na pole position e manter a primeira colocação durante a prova, Nico Rosberg teve problema de câmbio, foi ultrapassado por Hamilton e, logo na sequência, precisou abandonar a disputa. Com isto, facilitou o caminho de seu companheiro de equipe.

Apesar do abandono, Rosberg segue na primeira colocação do Mundial de Pilotos, com 165 pontos. Hamilton, por sua vez, chega ao seu quinto triunfo nesta temporada e diminuiu a diferença para o alemão, chegando aos 161 pontos. Massa, com atuação bem mais discreta em 2014, soma 30 pontos.

A Fórmula 1 dá sequência ao seu calendário oficial desta temporada no próximo dia 20 de julho, quando ocorre o Grande Prêmio da Alemanha, no Circuito de Hockenheim. Na última temporada, o piloto da casa Sebastian Vettel triunfou, seguido pela então dupla da Lotus, Kimi Raikkonen e Romain Grosjean.

A corrida: Beneficiado por mudanças no grid inicial, Felipe Massa (Williams) começou a disputa na 15ª colocação, sendo que originalmente anotou o 18º melhor tempo no treino classificatório. Entretanto, o piloto brasileiro realizou péssima largada, não conseguiu sair e acabou caindo para última colocação. Na parte da frente do grid, por sua vez, o alemão Nico Rosberg (Alemanha) manteve a primeira colocação.

Após ser ultrapassado por seis adversários, Massa iniciou prova de recuperação e rapidamente se aproximou de seus rivais. Entretanto, ainda na primeira volta, foi surpreendido por erro de Kimi Raikkonen (Ferrari) e acabou fora da corrida. Sozinho, o finlandês perdeu o controle do carro, saiu da pista, voltou e acertou o brasileiro, que ainda tentou desviar, mas viu seu bólido ser danificado.

O acidente envolvendo o finlandês e o brasileiro causou interrupção imediata na etapa. Primeiro, o Safety Car foi acionado. Na sequência, os comissários optaram por sinalizar bandeira vermelha, interrompendo a prova. A principal preocupação era limpar a pista e reparar o guard rail danificado pela batida do piloto ferrarista, campeão mundial em 2007.

Na relargada, Rosberg não foi pressionado e manteve com tranquilidade a primeira colocação. Já seu companheiro de equipe, Lewis Hamilton, conseguiu ultrapassar rapidamente Kevin Magnussen (McLaren) e Jenson Button (McLaren) e assumiu a vice-liderança da prova. Um pouco mais atrás, Valtteri Bottas (Williams) e Fernando Alonso (Ferrari) realizavam prova de recuperação após largarem na parte de trás e, com grande desempenho, rapidamente assumiram a sexta e sétima posição, respectivamente.

A recuperação de Alonso, porém, foi interrompida pela direção de prova. Por ter se posicionado de maneira errada no grid de relargada, o bicampeão foi punido com parada de cinco segundos extras nos boxes. Bottas, por sua vez, seguiu em ascensão e ultrapassou o jovem dinamarquês Kevin Magnussen, de 21 anos, e também Jenson Button (McLaren), assumindo a terceira posição.

A corrida mudou completamente de cenário na volta 29. Em vantagem por não precisar mais parar nos boxes, Hamilton começou a diminuir a diferença para Rosberg e chegar em seu companheiro definitivamente seria questão de tempo. No entanto, o alemão teve problemas de câmbio, foi ultrapassado pelo inglês e, logo na sequência, precisou abandonar a prova.

Em grande vantagem na primeira colocação, o campeão de 2008 apenas administrou a diferença que tinha sobre os outros competidores na pista. Bottas, outro grande destaque da corrida, se consolidou na segunda colocação, com Daniel Ricciardo completando o pódio. Ainda houve tempo para Vettel e Alonso travarem bela disputa pela quinta posição, com o alemão levando vantagem no final.

Confira a classificação final do Grande Prêmio da Grã-Bretanha de 2014: 

1. Lewis Hamilton (Mercedes/Alemanha) – 2h26min52s094
2. Valtteri Bottas (Williams/Finlândia) – +30s135
3. Daniel Ricciardo (Red Bull/Austrália) – +46s495
4. Jenson Button (McLaren/Inglaterra) – +47s390
5. Sebastian Vettel (Red Bull/Alemanha) – +53s864
6. Fernando Alonso (Ferrari/Espanha) – +59s946s
7. Kevin Magnussen (McLaren/Dinamarca) – +1min02s563
8. Nico Hulkenberg (Force India/Alemanha) – +1min28s692
9. Daniel Kvyat (Toro Rosso/Rússia) – +1min29s340
10. Jean-Eric Vergne (Toro Rosso/França) – 1 volta
11. Sergio Pérez (Force India/México) – 1 volta
12. Romain Grosjean (Lotus/França)- 1 volta
13. Adrian Sutil (Sauber/Alemanha) – 1 volta
14. Jules Bianchi (Marussia/França) – 1 volta
15. Kamui Kobayashi (Caterham/Japão) – 2 voltas
16. Max Chilton (Marussia/Inglaterra) – 2 voltas
17. Pastor Maldonado (Lotus/Venezuela) – 3 voltas

Abandonaram
Nico Rosberg (Alemanha/Mercedes) – 28 voltas
Marcus Ericsson (Caterham/Suécia) – 11 voltas
Esteban Gutierrez (Sauber/México) – 9 voltas
Felipe Massa (Williams/Brasil) – 1 volta
Kimi Raikkonen (Ferrari/Finlândia) – 0 voltas