Hamilton evita nova polêmica com Nico e diz que não quis prejudicá-lo

  • Por Agencia EFE
  • 12/04/2015 12h34
Veja imagens do final de semana de Fórmula 1

Além de vencer o Grande Prêmio da China de Fórmula 1 neste domingo e consolidar a liderança do Mundial de Pilotos, Lewis Hamilton também se tornou centro das atenções após a corrida devido a uma nova polêmica com seu companheiro na Mercedes, Nico Rosberg.

Na entrevista coletiva pós-GP, o alemão o acusou de ter pilotado “desnecessariamente lento” no meio da prova, prejudicando-o ao fazer com que Sebastian Vettel, da Ferrari, que vinha em terceiro, se aproximasse dele.

Sentado ao lado de Rosberg, Hamilton tinha evitado entrar em discussão ao ser lembrado por um jornalista que sua equipe tinha lhe pedido para aumentar o ritmo naquela parte da prova para que Vettel não pressionasse Nico.

Hamilton alegou que fez “o melhor” que pôde, dentro dos limites dos pneus.

“Foi uma boa corrida e fiquei muito satisfeito. Meu foco hoje era administrar os pneus. E, como eu disse, não sofri nenhuma ameaça real do Nico durante a corrida”, afirmou.

Após ser contestado por Rosberg, que entendeu ter sido prejudicado propositadamente, o atual campeão mundial se esquivou ao falar com a imprensa.

“Não é minha função me preocupar com a corrida de Nico. Meu trabalho é administrar meu carro e levá-lo para a casa da melhor e mais veloz forma possível, e foi o que fiz. Não fiz nada intencional para os carros se aproximarem. Estava apenas focando em mim mesmo. Se Nico quisesse me ultrapassar, ele poderia ter tentado, mas não o fez”, justificou-se.