Henrique exalta relação com Felipão para superar “briga acirrada” por vaga

  • Por Jovem Pan
  • 07/05/2014 17h31
henrique

Em um dos setores mais disputados por vaga no grupo da Seleção Brasileira, Henrique superou adversários como Miranda, Dedé, Marquinhos e Réver e garantiu um lugar no grupo que disputará a Copa do Mundo deste ano. Em entrevista exclusiva à rádio Jovem Pan, o atleta do Napoli celebrou a oportunidade e admitiu que sua relação com Luiz Felipe Scolari, seu ex-treinador no Palmeiras, foi fator importante para a escolha.

“Isso me ajudou bastante, pois convivemos juntos no Palmeiras durante um ano e meio (entre 2011 e 2012). Ele é uma pessoa que me ajudou muito não só dentro de campo. Esse é um fator que pode ter feito a diferença, pois estava em uma briga com diversos jogadores de qualidade”, afirmou o jogador.

Com o grupo praticamente definido antecipadamente por Scolari, as principais dúvidas estavam para a vaga de terceiro goleiro e quarto zagueiro. Como possível substituto de Julio César e Jefferson, Victor superou a concorrência de Diego Cavalieri e foi convocado. Já no setor defensivo, foi Henrique quem acabou chamado pelo técnico gaúcho.

“Era uma briga acirrada, então fico muito feliz por ter sido escolhido. Foi uma disputa saudável com jogadores de muita qualidade. Todos esses nomes citados tinham condições de estar no grupo”, destacou o zagueiro, que ainda descartou ter sido uma surpresa na lista. “Acho que seria surpresa se eu não estivesse na briga. Eu estava nesta disputa para buscar uma posição com mais quatro ou cinco jogadores”, completou.

Agora assegurado no grupo convocado para Copa do Mundo, Henrique terá Thiago Silva, David Luiz e Dante como principais concorrentes por uma vaga no time titular. Entretanto, com o próprio Scolari, o zagueiro chegou a atuar improvisado como volante, enquanto no Napoli vem cumprindo função como lateral direito.

“A ansiedade pela convocação já passou. Agora é trabalhar, respeitando o resto do grupo, para participar dos jogos. Estaremos todos ali com o objetivo de conquistar o título da Copa do Mundo. Jogando ou não, faremos de tudo para sermos campeões”, encerrou.