Holanda protagoniza novo vexame, perde para tchecos em casa e não vai à Euro

  • Por Agência EFE
  • 13/10/2015 17h55
Precisando vencer

Mesmo jogando com um homem a mais durante todo o segundo tempo, a Holanda perdeu para a República Tcheca por 3 a 2 na Amsterdam Arena nesta terça-feira, pelo grupo A das Eliminatórias para a Eurocopa de 2016, e ficou fora do torneio continental pela primeira vez desde 1984.

Não se classificar para a competição já seria um vexame para a vice-campeã mundial de 2010 e terceira colocada no ano passado nas antigas condições, com 16 times, mas torna-se ainda maior porque no ano que vem a Euro terá 24 concorrentes.

Em um dos piores capítulos da história da seleção holandesa, a derrota foi apenas a “pá de cal”, já que a vaga não viria mesmo com uma vitória. A campeã continental de 1988 ficou com 13 pontos, cinco a menos que a Turquia, que vai à repescagem com o terceiro lugar da chave, garantido com um triunfo por 1 a 0 sobre a Islândia.

Em Amsterdã, a República Tcheca abriu 2 a 0 com gols de Kaderabek, aos 24 minutos do primeiro tempo, e Sural, aos 35. Para melhorar a situação dos donos da casa, Suchy foi expulso oito minutos depois.

No entanto, quem voltou às redes foi a equipe visitante aos 21 minutos do segundo tempo, com gol contra de Van Persie, de cabeça. Huntelaar diminuiu aos 25, e o atacante do Fenerbahçe ainda se redimiu deixando o dele, aos 38 minutos, mas a reação parou por aí. Foi o fim melancólico da campanha de uma seleção que não ficava fora de uma grande competição desde a Copa de 2002.

Os tchecos, de quebra, ainda ficaram com a liderança do grupo, com 22 pontos, dois a mais que a Islândia, que perdeu em Istambul com um gol marcado por Selçuk Inan. As duas já tinham a vaga direta assegurada há duas rodadas.

Pela mesma chave, Cazaquistão e Letônia cumpriram tabela em Riga, e os cazaques obtiveram sua primeira e única vitória nestas Eliminatórias. Kuat foi quem balançou a rede, aos 20 minutos da etapa final.