Hummels exalta concentração para marcar Messi: “Foi muito duro”

  • Por EFE
  • 13/07/2014 22h36
Argentina's forward Lionel Messi (L) vies with Germany's defender Mats Hummels (R) during the final football match between Germany and Argentina for the FIFA World Cup at The Maracana Stadium in Rio de Janeiro on July 13, 2014. AFP PHOTO / ADRIAN DENNISMats Hummels marcando Lionel Messi na final a Copa do Mundo de 2014

Eleito melhor jogador do planeta em quatro anos consecutivos (2009 a 2012), o argentino Lionel Messi era a principal preocupação alemã na final da Copa do Mundo disputada neste domingo, no Maracanã. E, após a equipe europeia triunfar por 1 a 0 e garantir o título do torneio, o zagueiro Mats Hummels admitiu que não teve facilidade para conter o sistema ofensivo rival.

“Foi muito duro para nós. Tivemos que nos manter concentrados para não deixar espaço. Acho que conseguimos. O jogo foi como esperávamos. Vimos vídeos deles que nos mostravam que eles defendiam com oito e só tinham Messi e Higuaín na frente”, afirmou.

Autor de quatro gols nesta Copa, sendo todos marcados até as oitavas de final, Messi pouco criou diante da Alemanha. A partir da etapa complementar do tempo regulamentar, o camisa 10 mostrou grandes dificuldades para se movimentar e ainda não ajudava na recomposição do sistema defensivo, sendo marcado de perto por Hummels e Boateng. Além disso, ainda desperdiçou uma das melhores oportunidades do jogo.

O sólido sistema defensivo alemão prevaleceu sobre o ataque rival e, aos oito minutos do segundo tempo da prorrogação, o meio-campista Mario Gotze anotou o gol do título. André Schurrle fez bom lance individual pela esquerda, partiu em velocidade e cruzou para o jogador do Bayern de Munique, que dominou no peito e, antes de deixar a bola cair no chão, tocou na saída de Sergio Romero, assegurando o tetracampeonato aos alemães.