IAAF pagará US$ 50 mil em caso de quebra de recorde mundial em Copenhague

  • Por Agencia EFE
  • 25/03/2014 16h03

Redação Central, 25 mar (EFE).- A Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF, pela sigla em inglês) divulgou nesta terça-feira que se houver quebra de recorde no Mundial de Meia Maratona que será disputado no sábado em Copenhague, na Dinamarca, o atleta receberá prêmio de US$ 50 mil (R$ 115,5 mil).

Atualmente, o recorde mundial masculino da prova pertence ao eritreu Zersenay Tadese, que conseguiu a marca de 58min23 em Lisboa, em 2010. Já no feminino, a recordista é a holandesa Lornah Kiplagat, que terminou a prova em 1h06min25 em Udine, em 2007.

O valor será somado aos US$ 30 mil destinados aos vencedores de cada categoria. Os segundos colocados nas provas individuais receberão um prêmio de US$ 15 mil, os terceiros US$ 10 mil. Na disputa por equipes, o campeão levará US$ 15 mil. EFE