“Ibrahimovic deve saber as consequências de suas palavras”, afirma Mariano

  • Por Jovem Pan
  • 18/03/2015 09h45
Mariano

O lateral direito Mariano esteve em campo no jogo que revoltou o atacante Ibrahimovic do PSG. Titular e destaque do Bourdeaux na temporada, Mariano deu assistência para o gol da vitória contra a equipe de Paris, e comentou as declarações do sueco após o jogo: “é difícil de falar, ele é um grande jogador, ele sabe das palavras, sabe do que pode acontecer depois do que for dito, mas acho que é coisa que acontece no futebol quando está com a cabeça quente, como disse, ele deve saber das consequências das palavras dele”.

Após a derrota para o Bordeaux, Ibrahimovic reclamou da arbitragem e afirmou que a França é “um país de m…” e o lateral brasileiro afirmou que a França acolheu bem o atacante sueco, e que certamente os nervosismo pós-jogo fez com que Ibra perdesse a cabeça: “ele realmente falou algo que é complicado, ainda mais de um país que o acolheu bem. Os torcedores vão ficar um pouco chateados, mas ele fez muita coisa pelo clube. Acho que os torcedores têm mais coisas boas para vibrar com ele do que momentos ruins. Ele estava de cabeça quente, teve problema com arbitragem”, afirmou Mariano.

Ex-jogador do Fluminense, Mariano tem se destacado no Campeonato Francês. Em três anos na França, essa é a melhor temporada do lateral que esteve entre os melhores jogadores das últimas 3 rodadas do campeonato. A boa fase anima, mas o jogador se mantém com pés no chão quando o assunto é Seleção Brasileira: “nesse momento não penso 100% na seleção, mas como brasileiro fico na expectativa. Agora mudou treinador e estão tendo algumas mudanças de jogadores”, afirmou.

Aos 28 anos, Mariano ainda destacou que foca em ajudar sua equipe, que hoje briga pelo título frânces, e a seleção poderá vir como prêmio: “É fazer meu trabalho, estar bem, jogar bem, ajudar meu time, isso ajuda muito. Sei também que na minha posição é difícil, complicado, tem bons jogadores. Mas é aguardar, continuar jogando bem e a seleção será consequência”, completou.