Inauguração do Museu Virtual do Esporte tem exposição sobre Copa de 70

  • Por Jovem Pan
  • 19/04/2020 17h59
ReproduçãoExposição de inauguração é sobre a Copa de 1970

O Museu Virtual do Esporte – eMuseu do Esporte, foi lançado neste domingo pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), e já promove uma exposição com um dos maiores momentos do futebol brasileiro, a Copa do Mundo de 1970.

O museu receberá colaborações da população para perpetuar a história das várias modalidades esportivas, suas paixões e legados principais. “Ciência x Mitos: lições da Copa de 1970 para o atual momento” é a mostra inaugural, sobre a campanha do tri, com curadoria e acervo de Lamartine da Costa, professor da pós-graduação de Educação Física da Uerj e idealizador do projeto junto com a pesquisadora Bianca Gama.

Segundo o acadêmico, a ideia de ter um museu virtuai que destacasse todos os esportes, e não apenas o futebol, nasceu há dois anos, por iniciativa da então aluna de pós-graduação Bianca Gama.

Segundo Bianca, a iniciativa que tomou forma durante as aulas do doutorado se transformou rapidamente em um projeto incubado pelo Departamento de Inovação da Uerj (InovaUerj), com o objetivo de dar visibilidade a iniciativas e pessoas ligadas ao esporte em geral. “A intenção é criar um museu através da construção colaborativa de toda a sociedade, incentivando, promovendo, divulgando e registrando a importância que o esporte tem em nossas vidas, como agente de transformação social, além de mostrar a enorme paixão que desperta”, salientou.

O museu já tem um calendário de oito exposições programadas. Elas devem ser temporárias, como já é tradição em outros museus, e colaborativas.

“São pessoas que tiveram algum evento relacionado ao esporte que mandam uma foto e um fato, ou duas fotos e dois fatos. A exposição será dessas pessoas com essas figuras. Uma comissão vai selecionar, orientar e melhorar os trabalhos. É um trabalho colaborativo, tanto da parte do pessoal que opera o museu, a maioria de voluntários, e os assistentes que vão produzir suas próprias exposições. É uma ideia interessante. Você combina o que era da tradição com a inovação, dentro de um contexto tecnológico”, revela o professor da Uerj.

Lamartine avalia que o museu digital pode atrair novas pessoas e reverter o quadro de distanciamento da população em relação aos museus. O eMuseu atrai um novo público, valoriza o interesse no passado e a história do esporte de maneira geral. “É uma ideia interessante, que envolve o indivíduo comum como expositor, ainda mais nesse período de isolamento social causado pela pandemia do coronavírus. Você tem que ser criativo e elaborar atividades para as pessoas. Todo mundo tem interesse em publicar sua própria história, principalmente o pessoal do esporte que tem isso como uma característica, guarda fotos, acontecimentos. É um pessoal ideal para uma exposição colaborativa”.

Para colaborar com o acerto do eMuseu do Esporte, qualquer cidadão pode enviar até amanhã (20) documentos, fotos, recortes de jornal e álbuns autografados relacionados a qualquer modalidade esportiva, sendo no máximo cinco arquivos digitalizados com até 100mb no site www.emuseudoesporte.com.br.

Os materiais serão analisados por uma comissão de especialistas em histórias do esporte, e 54 serão expostos na primeira mostra colaborativa, que começa já no próximo dia 26.

* Com Agência Brasil