Incógnitas, fases distintas e os candidatos a heróis nas semis da Copa do Brasil

  • Por Jovem Pan
  • 18/10/2015 20h25
Semifinalistas da Copa do Brasil apostam em seus atacantes para ir à final; já Doriva ainda não se acertou no São Paulo

A Copa do Brasil chega a sua fase mais aguda antes da final com dois duelos nesta quarta-feira (21). Por uma vaga na decisão, se enfrentarão, de um lado, Fluminense e Palmeiras, e, do outro, São Paulo e Santos, nas partidas de ida da semifinal do torneio.

Apesar da imprevisibilidade do mata-mata, é possível fazer algumas previsões para os dois duelos: quem é favorito de acordo com a fase que vive, como está o clima em cada clube e quem são os candidatos a heróis de suas equipes nos confrontos. Confira essas e outras informações na análise abaixo feita pelo Jovem Pan Online.

Fluminense x Palmeiras

O duelo das incógnitas

Ainda não se sabe quais times de Palmeiras e Fluminense entrarão em campo no Maracanã, e isso não tem nada a ver com a escalação. Tanto Palmeiras quanto Fluminense vêm de campanhas irregulares no Campeonato Brasileiro, o que tem atrapalhado suas pretensões na temporada.

Por exemplo, qual será o Palmeiras desta quarta: aquele que perdeu para a Ponte Preta em casa com o time titular ou aquele que, mesmo cheio de reservas, venceu o Avaí na Ressacada por 3 a 1 na última rodada do Brasileirão? No jogo em Santa Catarina, diversos jogadores mostraram que podem cavar uma vaga como titulares, especialmente o meia Allione, que tem tido chances com as lesões de Robinho, Cleiton Xavier e Arouca.

 

A situação no Fluminense não é diferente. Com o trabalho do técnico Eduardo Baptista ainda no início, o Tricolor já mostra sinais de melhoras em seu futebol, como visto na vitória por 2 a 0 sobre o São Paulo no Brasileirão. Diante do Cruzeiro, no domingo, por outro lado, a reação foi freada com dois gols de Willian. Nas últimas cinco partidas no campeonato nacional, o Flu alternou vitórias e derrotas.

A chance de salvar a temporada

É importante ressaltar que, dos quatro semifinalistas, apenas o Fluminense não está na briga por uma vaga na Libertadores por meio do Campeonato Brasileiro. Com 40 pontos, nove a menos que o Santos, quarto colocado, o clube aposta todas as suas fichas na Copa do Brasil para salvar a temporada. No entanto, o Palmeiras não dá menos importância ao torneio, tanto que, no jogo contra o Avaí, Marcelo Oliveira poupou diversos titulares para o duelo desta quarta.

Quem pode fazer a diferença para o Flu: Fred

Os anos passam, o futebol muda, mas Fred continua sendo a grande referência do Fluminense. Se a equipe conta com bons jogadores como Gerson, Marcos Júnior e Cícero, quem tem a confiança da torcida é sempre o veterano atacante. Artilheiro da equipe no Brasileirão, ele pode fazer a diferença com seu faro de artilheiro.

 

Quem pode fazer a diferença para o Verdão: Dudu

A suspensão de Dudu no Campeonato Brasileiro, que terminou há algumas rodadas, só serviu para aumentar a fome de bola do atacante. Desde que voltou a atuar com regularidade, tornou-se o principal nome do Palmeiras, com gols diante da Chapecoense e do Avaí. E, mesmo não sendo um artilheiro nato, é importante ressaltar que o baixinho tem o mesmo número gols de Fred no Brasileirão – oito.

 

São Paulo x Santos

Ascensão e queda: os momentos diferentes no SanSão

Diz o ditado que “clássico é clássico” e não tem favorito. No entanto, se forem analisadas as fases que São Paulo e Santos vivem atualmente, é possível apontar que o Peixe tem maiores chances de chegar à final.

Dias depois da renúncia de Carlos Miguel Aidar da presidência do clube, o Tricolor ainda vive um momento turbulento, com a iminente divulgação de um áudio que comprovaria práticas de corrupção do ex-mandatário. Nos campos, a situação não é melhor: nas duas últimas partidas, a equipe perdeu para o Fluminense no Maracanã e empatou, de maneira sofrida, com o Vasco no Morumbi. Doriva ainda não teve sua primeira vitória no cargo de técnico e parece não contar com o ambiente ideal para fazer o time crescer de produção.

Já o Santos, depois de perder para o Grêmio, se recuperou no Brasileirão diante do Goiás, vencendo facilmente por 3 a 1, resultado que lhe manteve no G4. Não só a fase do time é boa, mas também a de alguns de seus jogadores, como Lucas Lima, que teve boa participação quando defendeu o Brasil nas Eliminatórias, Ricardo Oliveira, artilheiro do Brasileirão, e Gabriel, artilheiro da Copa do Brasil.

Quem pode fazer a diferença para o Tricolor: Alexandre Pato

Mesmo que não esteja vivendo seu melhor momento na temporada, Pato ainda é o principal atacante são-paulino. Quando está inspirado, é capaz de decidir partidas sozinho, especialmente por conta de seu poder de finalização. É o artilheiro da equipe no Brasileirão e na Copa do Brasil, com nove e quatro gols, respectivamente, e foi decisivo no confronto contra o Vasco nas quartas de final.

Quem pode fazer a diferença para o Peixe: Ricardo Oliveira

Lucas Lima, sempre importante para o alvinegro praiano, também seria um bom nome para ocupar o posto de destaque da equipe. No entanto, o momento de Ricardo Oliveira é abençoado. Em sua volta à Seleção Brasileira, marcou um gol diante da Venezuela, pelas Eliminatórias. Ao voltar para o Peixe, marcou duas vezes na vitória por 3 a 1 sobre o Goiás na última rodada do Brasileirão. Seus gols podem mais uma vez fazer a diferença.