Início avassalador e sonho frustrado marcam 20 jogos de Oswaldo no Flamengo

  • Por Jovem Pan
  • 28/11/2015 13h11
RIO DE JANEIRO, RJ - 17.10.2015: FLAMENGO X ORLANDO MAGIC - Técnico Oswaldo de Oliveira durante Flamengo x Orlando Magic, joga da pré temporada da NBA na HSBC Arena. (Foto: Celso Pupo /Fotoarena/Folhapress) ORG XMIT: 1013511Oswaldo de Oliveira não é mais técnico do Flamengo;

A passagem de Oswaldo de Oliveira pelo Flamengo durou pouco mais de três meses e apenas 20 jogos. Oswaldo deixa o time do Rio na 11ª posição do Campeonato Brasileiro, com 49 pontos em 36 jogos. Jayme de Oliveira comandará o Flamengo nas duas últimas rodadas.

Em 20 jogos no comando do clube, o treinador, cuja saída foi anunciada após acordo neste sábado (28), obteve 10 vitórias, 7 derrotas e 3 empates. Se todos os jogos tivessem sido no sistema de pontos corridos, o aproveitamento de Oswaldo seria de 55%.

Empolgação e frustração

Oswaldo de Oliveira começou com um início avassalador e empolgante no Flamengo, conseguindo seis vitórias seguidas no Brasileirão. Mas sofreu um baque logo em seguida, com três derrotas subsequentes, sendo uma para o rival Vasco da Gama e uma goleada sofrida contra o Atlético Mineiro fora de casa (4 a 1).

Oito vitórias foram no Campeonato Brasileiro e duas, em amistosos (contra o Orlando City, dos EUA, e o Desportiva do Espírito Santo).

As sete derrotas foram todas no Brasileirão e afastaram o clube carioca do sonho que tinha de ficar entre os quatro primeiros e chegar à disputa da Libertadores do ano que vem.

Dos três empates, dois ocorreram nas duas mais recentes rodadas do Campeonato Brasileiro – contra Ponte Preta e Santos. O outro foi o amargo empate em 1 a 1 fora de casa contra o Vasco, em 26 de agosto, na segunda partida de Oswaldo no comando do clube. O jogo definiu a eliminação do Flamengo da Copa do Brasil contra o maior rival, que havia vencido o primeiro jogo no Maracanã por 1 a 0, partida que definira a saída de Cristóvão Borges do comando técnico do clube.

O técnico Muricy Ramalho, hoje sem clube, já teria um acordo verbal para assumir o rubro-negro caso a atual diretoria vença a eleição da diretoria marcada para daqui a duas semanas.

Fla de muitos técnicos

Oswaldo foi o terceiro treinador oficial no ano do Flamengo, sem títulos. Vanderlei Luxemburgo começou 2015 à frente do time e foi demitido em maio. Luxa ajudou a tirar o clube de situação de perigo de rebaixamento no Brasileiro de 2014, foi eliminado para o Vasco no Carioca deste ano e fez apenas três jogos do atual Brasileirão (duas derrotas e um empate).

Cristóvão Borges assumiu o clube e teve 46,3% de aproveitamento, com 9 derrotas, 8 vitórias e um empate em 18 jogos. Ele saiu após o Flamengo perder o primeiro jogo como mandante contra o Vasco na Copa do Brasil.

Além deles, o ex-atacante Deivid e o próprio Jayme de Almeida chegaram a escalar o time interinamente durante o ano.

Com a saíde de Levir Cupi do Atlético Mineiro anunciada na última semana, o Corinthians é o único clube a manter o mesmo técnico (Tite) durante todo o Campeonato Brasileiro, no qual sagrou-se campeão.

Oswaldo

Oswaldo de Oliveira já comandou 12 clubes desde 1999 (com duas passagens por Corinthians, Flamengo, Fluminense e Santos). A outra passagem pelo Flamengo havia sido em 2003.

Suas principais conquistas foram com o Corinthians (Paulista e Brasileiro de 1999 e Mundial no Rio em 2000) e com o Vasco (Mercosul e Brasileiro de 2000).

O título mais recente de Oswaldo foi o Campeonato Carioca de 2013 com o Botafogo. Ele também teve passagem vitoriosa pelo Kashima Antlers, no Japão, com três títulos nacionais entre 2007 e 2009.