Jogador da seleção paralímpica de hóquei da Itália é suspenso por doping

  • Por Agencia EFE
  • 13/03/2014 18h03

Sochi, 13 mar (EFE).- Igor Stella, jogador da seleção italiana de hóquei no gelo, foi suspenso nesta quinta-feira por 18 meses e multado em 1,125 mil euros por ter sido flagrado no exame antidoping durante os Jogos Paralímpicos de Inverno, que acontecem em Sochi, na Rússia.

Na amostra de urina do atleta, coletada no dia 4 de março, três dias antes do início dos Jogos, foi encontrada a substância clostebol, um esteróide anabolizante proibido dentro e fora de competição, e incluído na lista da Agência Mundial Antidoping (AMA).

O Comitê Paralímpico Italiano já havia anunciado na véspera do início dos Jogos, que Stella, de 23 anos, estava suspenso e afastado da cerimônia de abertura. O órgão informou que o atleta, que sofre de espinha bífida, absorveu esta substância através de um creme, que utilizou para tratar das feridas que causam sua imobilidade.

A suspensão foi reduzida porque o atleta explicou como a substância entrou em seu organismo e que não pretendia melhorar seu rendimento, embora nestes casos seja aplicado o princípio de responsabilidade objetiva, segundo qual um atleta é responsável quando utiliza uma substância proibida, com ou sem intenção. EFE