Julio César: “preferia que tivesse terminado 1 a 0 com erro meu do que 7 a 1”

  • Por Jovem Pan
  • 08/07/2014 19h03

O goleiro Julio César lamentou profundamente a goleada sofrida para a Alemanha

Julio César durante a goleada da Alemanha sobre o Brasil

Depois da humilhante derrota por 7 a 1 para a Alemanha na semifinal da Copa do Mundo, que trouxe uma eliminação muito dolorosa para a Seleção Brasileira, o goleiro Julio César comentou a atuação do time no duelo decisivo.

O arqueiro não foi de muitas palavras e se mostrou claramente emocionado, sobretudo depois de sofrer sete gols.

“Sinceramente é complicado explicar. Explicar o inexplicável. Temos que reconhecer o grande futebol alemão, uma equipe que vem jogando junta há seis anos. Até aqui estava tudo muito lindo. O povo brasileiro está de parabéns por todo apoio que nos deu até aqui. Agora na zona mista, os jogadores vão agradecer, vão se desculpar, mas eles foram muito fortes”, disse, exaltando os méritos dos companheiros. “Depois do primeiro gol, deu um apagão. Mas parabéns para o futebol alemão. Voltar para nossas casas e abraçar nossos familiares. Chegamos perto e não conseguimos”, continuou o camisa 12.

O goleiro da Seleção Brasileira, que havia sido herói nas oitavas de final, ao ser o grande responsável pela classificação, nos pênaltis, contra o Chile, frisou que preferia ter sido eliminado com um gol sofrido em falha sua do que tomar uma goleada tão sonora.

“Preferia que tivesse terminado 1 a 0 com erro meu do que 7 a 1. A gente é forte, o time é forte. Os jogadores vão saber levantar a cabeça. Eu, particularmente, passei por um momento complicado e agradeço a Deus pela oportunidade que ele me deu de jogar uma Copa do Mundo em meu país. Um beijo no coração de cada brasileiro”, finalizou.

Agora, a Seleção Brasileira volta a entrar em campo no sábado (12) para disputar o terceiro lugar contra o perdedor da semifinal entre Holanda e Argentina. O jogo de terceiro lugar será no estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF), às 17h (de Brasília).