Justiça nega liberação a Arouca, que terá de esperar até o fim do mês

  • Por Jovem Pan
  • 16/01/2015 17h17

O volante Arouca não poderá atuar no clássico contra o Palmeiras

Arouca

O volante Arouca não conseguiu antecipar o recebimento da liberação de seu contrato com o Santos. Nesta sexta-feira (16), a juíza Norma Gabriela Oliveira dos Santos Moura, da 6ª Vara do Trabalho de Santos, negou o pedido feito pelo jogador para rescindir seu contrato com o clube por conta de salários atrasados. Segundo ela, a decisão deve ser tomada na audiência marcada para o dia 30 de janeiro.

A decisão esfria, por enquanto, as especulações da ida de Arouca para o Palmeiras, com o qual já estaria de acordo. A diretoria palmeirense, que tenta evitar atritos com os dirigentes santistas, espera por uma decisão da Justiça que cancele o vínculo do atleta com o Santos para então fechar a contratação.

A negação da juíza surpreende quem esperava que Arouca conseguiria sua rescisão com a mesma facilidade que Eugenio Mena. Nesta semana, o lateral-esquerdo chileno foi liberado para se transferir a outros clubes e deve acertar com o Cruzeiro. Aranha e Leandro Damião são os outros jogadores que, até agora, também acionaram o Peixe na Justiça pelo atraso no pagamento dos salários.