Kaká revela desejo de atuar na MLS: “Se sair do Milan, será para os EUA”

  • Por Jovem Pan
  • 29/03/2014 12h41

Em dia de 100º gol com a camisa do MilanKaká comemora gol contra o Atalanta

Quem esperava rever Kaka atuando por um clube brasileiro em um futuro próximo pode deixar de lado essa ideia. O próprio meia, em entrevista ao jornal italiano “Corriere della Sera”, disse que se não continuar no Milan ao final da temporada, seu destino deve ser os Estados Unidos, em algum clube rico da Major League Soccer.

Com contrato até junho de 2015, o brasileiro vive péssima fase juntamente com o Milan, que é apenas o 12º colocado no Campeonato Italiano. “No futuro eu gostaria de jogar nos Estados Unidos. Ao fim da temporada vou sentar com o Adriano Galliani e conversar para entender as ideias dele e do clube. Se eu tiver de sair, será para os Estados Unidos”, disse o brasileiro de 31 anos.

Questionado se o retorno ao Milan teria sido um erro, Kaká descartou essa possibilidade com veemência. “Eu não me arrependo da decisão de voltar ao Milan. É parte da vida experimentar momentos estranhos e cada time passa por um estágio de crise, então esse é o momento do Milan. Eu não acho que Seedorf [técnico do clube] esperava encontrar uma situação tão difícil, mas ele ainda está apenas no começo”, afirmou o camisa 22, que completará 300 jogos pela equipe italiana neste sábado (29), na partida diante do Chievo, pelo campeonato nacional.

Kaká não seria o primeiro a rumar para os Estados Unidos em seus últimos anos de carreira. Nomes como David Beckham, Thierry Henry e Robbie Keane decidiram encerrar atuar na liga americana no final de suas carreiras.