Kardec e Wesley marcam, Palmeiras bate Bragantino e vai às semifinais

  • Por Jovem Pan
  • 27/03/2014 22h57

Alan Kardec e Wesley foram os heróis da noite para o Palmeiras e ajudaram a equipe a se classificar

Alan Kardec e Wesley comemoram contra Bragantino

Dono de uma das melhores campanhas do Campeonato Paulista, o Palmeiras recebeu o Bragantino, no Pacaembu, na noite desta quinta-feira (26), com todo o favoritismo em cima das suas costas. A partida valia vaga nas semifinais do estadual, e apesar disso, o Palmeiras fez o que fez durante quase toda a competição e, mesmo sem mostrar um futebol muito inspirado, derrotou a equipe de Bragança Paulista sem dores de cabeça, pelo placar de 2 a 0.

► Confira a tabela do Campeonato Paulista

Alan Kardec abriu o placar para o Palmeiras ainda no primeiro tempo e, na etapa final, o camisa 14 ainda deu uma assistência para Wesley anotar o segundo do clube de Palestra Itália e selar a classificação para a próxima fase.

Nas semifinais do Paulistão, o Palmeiras enfrenta o Ituano, que na última quarta-feira (26), superou o Botafogo, nos pênaltis, por 4 a 1, depois de um empate por 0 a 0 no tempo normal. O jogo será disputado neste domingo (30), às 18h30 (de Brasília).

Na outra semifinal, que também será no domingo, às 16h, o Santos mede forças com o Penapolense. O alvinegro praiano derrotou a Ponte Preta por 4 a 0, enquanto que o time de Penápolis surpreendeu o São Paulo no Morumbi e venceu na disputa de pênaltis, depois de um empate sem gols no tempo normal.

O jogo – O primeiro tempo começou com o Palmeiras tomando mais a iniciativa ofensiva. E jogando diante de sua torcida, o clube de Palestra Itália criou a primeira grande chance de gol aos cinco minutos, quando Bruno César bateu falta direto para a meta e a bola passou perto da trave direita de Rafael Defendi.

Um minuto mais tarde, depois de cobrança de escanteio, a bola foi cabeceada por Alan Kardec, no segundo pau, e quase que ela foi parar no fundo do gol, mas acabou indo pela linha de fundo.

O mesmo Alan Kardec colocou o Palmeiras em vantagem aos 22 minutos. Após cobrança de escanteio, bola ficou pipocando dentro da área e chegou até o camisa 14, que bateu de primeira e tirou o zero do marcador. Foi o nono gol de Alan Kardec, que se iguala a Léo Costa, do Rio Claro, e Luis Fabiano, do São Paulo, na artilharia do torneio.

Depois de fazer 1 a 0, o Palmeiras diminuiu seu ímpeto ofensivo e, assim, caindo bastante de produção, o time alviverde foi para os vestiários com vantagem mínima no placar.

No segundo tempo, o Palmeiras voltou com uma postura mais ofensiva e começou partindo para cima do Bragantino. Aos nove minutos, o Verdão pressionou bastante, viu duas finalizações, de Valdivia e Alan Kardec, serem defendidas por Rafael Defendi, e não conseguiu fazer o segundo gol do jogo.

Três minutos mais tarde, Alan Kardec teve outra chance em finalização cruzada, mas o artilheiro do Palestra Itália mandou o arremate para fora.

E com as boas oportunidades sendo criadas, o placar não demorou a ser alterado. Aos 17, após cruzamento rasteiro da direita, Leandro dividiu com o goleiro, a bola sobrou para Alan Kardec, que rolou para Wesley e, sem goleiro, o volante marcou o segundo, deixando o Palmeiras bem próximo das semifinais.

Aos 20 minutos, Leandro arriscou um forte chute de fora da área, mas Rafael Defendi espalmou para escanteio e evitou o terceiro do Palmeiras.

O goleiro Fernando Prass, que até então tinha sido pouco exigido na partida, fez sua primeira grande defesa do jogo aos 24, quando Gustavo bateu de primeira, mas o arqueiro palmeirense pulou bem para espalmar.

Nos minutos finais de partida, o Palmeiras ouviu sua torcida gritar ‘olé’ e administrou a vantagem, carimbando seu passaporte para as semifinais. Agora, o Palmeiras tem pela frente o Ituano e segue sonhando com o título estadual.