La Bombonera fecha temporariamente após incidentes em River x Boca

  • Por Agência EFE
  • 15/05/2015 10h50
Clássico entre Boca e River é cancelado após confusão; veja fotos

Um promotor argentino ordenou o fechamento do estádio do Boca Juniors, La Bombonera, enquanto são investigados os graves incidentes ocorridos durante a partida contra o River Plate, válida pelas oitavas de final da Taça Libertadores, interrompida após os jogadores visitantes inalarem gás de pimenta lançado pela torcida local.

O procurador-geral de Buenos Aires Martín Ocampo anunciou o fechamento preventivo do campo xeneize e disse que hoje será realizada uma inspeção para obter provas, como o túnel inflável pelo qual os jogadores do River acessaram para chegar ao campo.

“Não posso dizer que os controles falharam porque é preciso investigar”, disse Ocampo em declarações ao canal televisivo “C5N”.

O superclássico do futebol argentino se transformou ontem em um escândalo quando o elenco do River foi atacado com gás de pimenta enquanto estava no túnel de acesso ao campo para disputar o segundo tempo do encontro, que estava empatado em 0 a 0.

Quatro jogadores do River Plate foram diagnosticados com “ceratite química” pelo ataque e a partida foi suspensa, embora após o confuso episódio ambas as equipes tiveram que esperar uma hora e 14 minutos antes que poder voltar a seus respectivos vestiários.

“O túnel inflável tem duas camadas, precisaram ter partido ambas para que o gás pimenta passasse, se é que foi isso que aconteceu”, detalhou hoje o procurador-geral.

Além disso, quando os jogadores de River trataram de abandonar o gramado para voltar ao vestiário, desde as arquibancadas foram lançados objetos.

Outra forte polêmica foi causada pela aparição de um drone no interior do campo, usado para exibir uma mensagem de provocação ao River.

“Queremos deixar claro aos cidadãos que estamos investigando o que ocorreu. Depois, as medidas apropriadas serão tomadas, segundo corresponda, desde a Promotoria a cargo do caso”, expressou Ocampo.

Perante este inesperado cenário, a Confederação Sul-Americana (Conmebol) deverá resolver hoje sobre a definição desta série de oitavas de final da Taça Libertadores, que no momento da suspensão, com o marcador zerado, favorecia o River graças ao triunfo por 1 a 0 na partida de ida com gol do uruguaio Carlos Sánchez.

O vencedor desta partida enfrentará nas quartas de final o Cruzeiro.