Lenda do futebol alemão, ex-técnico Udo Lattek morre aos 80 anos

  • Por Agência EFE
  • 04/02/2015 16h10

Com passagens por grandes clubesLenda do futebol alemão

Considerado um dos mais bem-sucedidos técnicos da história do futebol alemão, Udo Lattek faleceu no último domingo, aos 80 anos, em um lar para idosos na cidade de Colônia, onde recebia tratamento para o mal de Parkinson, confirmaram fontes do Bayern de Munique.

Lattek treinou ao longo de sua longa carreira os mais destacados clubes da Bundesliga, e em escala internacional esteve à frente do Barcelona entre 1981 e 1983.

Sua trajetória como jogador teve passagens por equipes como Osnabrück e Bayer Leverkusen, mas seus principais sucessos vieram como treinador de Bayern de Munique, Borussia Mönchengladbach, Borussia Dortmund e Schalke 04.

Em seu histórico, ele conquistou 15 grandes títulos, incluindo uma Copa dos Campeões da Europa (atual Liga dos Campeões da Europa) pelo Bayern em 1974, oito títulos do Campeonato Alemão, três Copas da Alemanha, uma Copa da Uefa (atual Liga Europa), assim como uma Recopa Europeia com o Barcelona.

Lattek chegou ao clube catalão em 1981 para o lugar de Helenio Herrera e teve como jogadores Diego Maradona e Bernd Schuster. Suas relações com este último, compatriota, foram mais bem tempestuosas, e ele acabou sendo substituído pelo argentino César Menotti.

Ele retornou à Alemanha e assumiu de novo o comando do Bayern de Munique, e em 1987 foi para o Colônia, onde trabalhou como diretor esportivo. Depois, migrou ao mundo jornalístico e passou a ser chefe de redação do semanário “Sport Bild”, do poderoso grupo midiático Axel Springer. Além disso, exerceu ocasionalmente a função de comentarista, incluindo em Barcelona.

Já aposentado, admitiu ter sérios problemas de saúde, alguns em função de seu abuso do álcool.