Leste quebra sequência de derrotas e bate Oeste no Jogo das Estrelas

  • Por EFE
  • 17/02/2014 03h23
Leste vence jogo das estrelas da NBA

A equipe da Conferência Leste – liderada pelo armador australiano Kyrie Irving, do Cleveland Cavaliers – tirou uma desvantagem de 18 pontos e venceu, neste domingo, a do Oeste na 63ª edição do Jogo das Estrelas da NBA, pelo placar de 163 a 155.

A vitória da equipe do Leste representou a quebra de uma sequência de três derrotas consecutivas que tinham sofrido para a do Oeste.

Irving, nomeado Jogador Mais Valioso (MVP) da partida, surgiu como o grande trunfo da equipe do Leste no segundo tempo e conseguiu um duplo-duplo de 31 pontos e 14 assistências.

O armador dos Cavaliers se tornou o primeiro jogador da equipe a conseguir o prêmio de MVP desde o ala LeBron James, no Jogo das Estrelas de 2008, que também foi disputada em Nova Orleans.

Enquanto isso o ala Carmelo Anthony, do New York Knicks, que tentou uma cesta de três pontos nos últimos segundos da partida para tentar ser o cestinha da equipe do Leste e ficar com o prêmio de MVP, conseguiu 30 pontos.

James, estrela do Miami Heat, marcou 22 pontos, pegou sete rebotes, deu sete assistências e fez três roubadas de bola.

Os destaques do Oeste foram o ala Kevin Durant, do Oklahoma City Thunder, e o ala-pivô Blake Griffin, do Los Angeles Clippers, que conseguiram 38 pontos cada um.

Durant também conseguiu um duplo-duplo ao pegar dez rebotes e dar seis assistências, enquanto o ala-pivô Kevin Love, do Minnesota Timberwolves, chegou aos 13 pontos.

O armador Stephen Curry, do Golden State Warriors, conseguiu um duplo-duplo de 12 pontos e 11 assistências.

A equipe do Oeste conseguiu bater a marca de todos os tempos do All-Star Game para um primeiro tempo com 89 pontos, um a mais que os conseguidos em 2012 (88), em Orlando.

Pelo menos outras quatro recordes foram batidos durante o primeiro tempo de um Jogo das Estrelas, incluindo a do total de pontos combinados convertidos (163) e de pontos combinados totais (318).

O novo comissário da NBA, Adam Silver, que substituiu no cargo David Stern, após uma gestão de 30 anos, entregou o troféu de MVP a Irving, que agradeceu a cidade de Nova Orleans pela noite. EFE

rm/ma