Liga na Inglaterra só aceita gordinhos; veja quais jogadores poderiam participar

  • Por Jovem Pan
  • 21/01/2016 17h47
A "Fat v Man" se propõe a ajudar gordinhos a emagrecer; a ideia pode ser boa para alguns jogadores profissionais

O futebol pode ser útil para propagar diversas causas importantes, e é o que está sendo feito na Inglaterra com a liga Fat v Man (Gordura vs Homem). Nela, são aceitos apenas “atletas” com índice de massa corporal maior que 30, o qual denota obesidade. O objetivo é pôr os gordinhos para jogar futebol e os incentivarem a emagrecer.

Para divulgar a liga, a organização bolou anúncios bem-humorados, com direito a trocadilhos com nomes de times famosos da Inglaterra. O Manchester United virou ‘Munchester United’ (“munch”, em inglês, significa algo como “mastigar ruisodamente”). O Aston Villa, por sua vez, virou Aston Vanilla (baunilha, em inglês). Já o Tottenham Hotspurs é chamado de Tottenham Hot-Dog.

Outro ponto que chama a atenção na estratégia de marketing da Fat v Man é a escolha de seu garoto-propaganda: Ronaldo Fenômeno, na época em que estava acima do peso. Caso acontecesse no Brasil, no entanto, haveria vários outros candidatos a estrelarem as propagandas. Confira, abaixo, os jogadores gordinhos ou ex-gordinhos do futebol que poderiam concorrer à vaga.

Adriano

Afastado do futebol, Adriano já mostrou diversas vezes estar longe da forma ideal para retornar ao esporte de alto nível.

Daniel Carvalho

Na época em que jogava no Palmeiras, Daniel Carvalho sofria para entrar em forma e exibia uma barriga atípica para um jogador de futebol profissional.

Walter

Um caso de gordinho bom de bola, Walter já admitiu ter dificuldades para controlar a alimentação. Só que, como tem jogado bem nos últimos anos, os quilos a mais não têm sido problema para o atacante do Atlético-PR.

Alecsandro

Logo que chegou ao Palmeiras, Alecsandro foi acusado por torcedores de estar acima do peso.

Cabañas

Assim como Walter, o paraguiao Cabañas é considerado um gordinho de sucesso no futebol, pois o sobrepeso não impedia que jogasse bem. O que colocou sua carreira em risco foi um tiro que levou na cabeça em uma tentativa de assalto em 2010.