Liverpool vence Chelsea com golaços de Coutinho e complica vida de Mourinho

  • Por Agência Estado
  • 31/10/2015 13h49
Fora da Seleção Brasileira

Uma das coisas difíceis de se explicar no futebol é por que o Chelsea caiu tanto de rendimento nesta temporada. Outra é por que Philippe Coutinho não está na Seleção Brasileira. O camisa 10 do Liverpool fez dois golaços e decidiu, neste sábado, o clássico contra o Chelsea. Ramires abriu o placar, mas Coutinho virou a partida em pleno Stamford Bridge. Benteke, já no final, fechou a vitória em 3 a 1.

O combate, aliás, contou com a participação de sete jogadores brasileiros – ou oito, se Diego Costa, que defende a Espanha, também entrar na conta. Os três do Liverpool (Lucas Leiva, Philippe Coutinho e Roberto Firmino) não estão na seleção, mas foram muito melhor do que Willian e Oscar, os dois meio-campistas do Chelsea que são figurinhas carimbadas na lista de Dunga. 

Ramires, outro que não é lembrado pelo técnico da seleção, foi quem abriu o placar no clássico, logo aos 4 minutos, em lance de oportunismo. O jogo já se encaminhava para o intervalo quando Philippe Coutinho deixou o próprio Ramires na saudade e, de esquerda, de fora da área, colocou no ângulo do goleiro Begovic

Coutinho estava tão inspirado que o outro gol, aos 24 do segundo tempo, também foi no ângulo, sem chances para o goleiro. Só que dessa vez o brasileiro, acompanhado por dois marcadores, bateu com a direita. 

Naquele momento, Mourinho já havia colocado em campo Fàbregas e Radamel Falcao Garcia, numa demonstração da força do seu elenco, que pouco produz. Mas foi o jovem Kenedy, da seleção olímpica brasileira, a primeira opção do treinador, para o lugar de Hazard. O Chelsea se lançou ao ataque e ainda levou o terceiro, com Benteke, aos 38.

A torcida do Liverpool, em êxtase, cantou se despedindo de Mourinho, dizendo que ele será demitido. O Chelsea comandado por ele tem só 11 pontos, no 15.º lugar. Já o Liverpool venceu a primeira pelo Campeonato Inglês sob o comando de Jüergen Klopp e chegou aos 17 pontos, no sétimo lugar. Manchester United e Arsenal lideram com 22 pontos e ainda jogam por esta 11.ª rodada.