Lodeiro ignora São Paulo e diz que jogar bonito não é prioridade

  • Por Jovem Pan
  • 17/09/2014 08h25
Lodeiro pode ser titular diante do Chapecoense na Arena Corinthians

Atender os pedidos da torcida e vencer. Segundo o meia Lodeiro, é só nisso que o elenco corintiano pede. Em entrevista concedida nesta terça-feira (17), o uruguaio garantiu que o time de Mano Menezes não está preocupado em igualar o “jogo bonito” do rival São Paulo e que a prioridade é conquistar o máximo de pontos disputados. O ex-botafoguense espera aproveitar a ausência de Petros [suspenso pelo STJD] para ganhar uma vaga na equipe titular. O técnico corintiano ainda não definiu os onze que começarão a partida diante do Chapecoense, nesta quinta-feira (18), válida pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. 

Jovem Pan transmite todas as emoções de Palmeiras x Flamengo, jogo válido pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro, com narração de Nilson César, reportagens de Luis Carlos Quartarollo, Fredy Júnior e Marcio Spimpolo, e comentários de Fernando Sampaio. Intervalo e Fim de Jogo ficam por conta de Wanderley Nogueira. Plantão Esportivo fica por conta de Tiago Mendonça. O Jovem Pan Online transmite, minuto a minuto, todos os lances da partida. Para acompanhar, acesse www.jovempan.com.br a partir das 22h. 

“Não nos incomoda [São Paulo ser visto como equipe que joga bonito]. Temos nossa forma de jogar e já disse que aqui o mais importante é conseguir vencer os jogos. Isso é o que a torcida e todos querem”, garantiu o uruguaio. 

Questionado sobre a importância do clássico do próximo domingo (21), Lodeiro admitiu a ansiedade mas voltou suas atenções aos catarinenses. “Nós comentamos de jogo, temos ansiedade, mas por ser clássico. Isso é normal. Realmente precisamos nos preocupar com o jogo de quinta-feira”, alertou.

Lodeiro espera aproveitar a suspensão de Petros [punido pelo STJD com três jogos] para conquistar um espaço na equipe titular. “O Petros é um jogador muito importante, fez boas partidas. É uma peça fundamental para a equipe. Eu trato de aproveitar meu espaço e lógico que ninguém quer que um jogador fique fora. A decisão é do treinador. Se ele me colocar, vou aproveitar a oportunidade, seja no lugar do Petros ou de qualquer outro. Quero ajudar o time”, afirmou.

O uruguaio revelou ter recebido apoio do técnico Mano Menezes desde sua chegada ao Timão. “Ele está me passando confiança em todo momento. Fala do posicionamento que quer, o que tenho de evitar no campo. Isso é muito importante para mim. Tenho de fazer minha parte e ajudar os companheiros”, finalizou.