Lucas admite torcida para que Brasil e França façam a final da Copa

  • Por Agência EFE
  • 02/06/2014 15h16

O meia-atacante Lucas esteve presente em abertura de escolinha do Paris Saint-Germain no Rio de Janeiro

Lucas em evento promovido pelo Paris Saint-Germain

Em evento realizado nesta segunda-feira no Rio de Janeiro, o meia-atacante Lucas, do Paris Saint-Germain revelou torcida para que as seleções de Brasil e França decidam a Copa do Mundo no dia 13 de julho no estádio do Maracanã.

“Seria um confronto interessante, que eu gostaria de ver. Posso dizer hoje que a França é meu segundo país. Espero que as duas seleções cheguem até a final, mas que o Brasil seja campeão”, afirmou o jogador em entrevista coletiva.

Lucas, que faz parte do grupo de sete jogadores da “lista de espera” da seleção brasileira, analisou o time de Luiz Felipe Scolari, garantindo que o favoritismo dado ao Brasil é justo.

“Em toda Copa do Mundo o Brasil chega forte, pela história que tem, pelos jogadores que tem. Em todos os setores há jogadores que podem ser apontados como melhores do mundo. Acredito muito na nossa seleção, é forte candidata a conquistar o hexa”, disse o atleta.

Na capital fluminense para inauguração de uma escola de futebol do PSG, Lucas pediu atenção ao selecionado francês, que inicialmente não figura entre os principais candidatos ao título.

“É uma seleção que chega para surpreender, tem grandes jogadores. Em uma competição como a Copa do Mundo, um torneio de tiro curto, sempre pode acontecer alguma surpresa”, avaliou o atleta.

Já o diretor geral adjunto do clube parisiense, Frédéric Longuépée, admitiu torcida para a seleção brasileira na Copa do Mundo, como forma de valorizar ainda mais a marca PSG no futebol.

“É muito importante para o PSG ter três jogadores na seleção brasileira. Se o Brasil for campeão do mundo será muito bom, será uma fantástica promoção. O que podemos desejar é que o Brasil vença”, garantiu o dirigente.