Lugano fala em se aposentar no São Paulo e destaca: “quero aproveitar cada vitória”

  • Por Jovem Pan
  • 18/01/2016 13h54
SP - FUTEBOL/SÃO PAULO/DIEGO LUGANO - ESPORTES - Diego Lugano é apresentado como novo reforço da equipe do São Paulo para a temporada 2016, no CT da Barra Funda, na zona oeste da cidade, nesta segunda- feira, 18. 18/01/2016 - Foto: MARCELLO ZAMBRANA/AGIF/ESTADÃO CONTEÚDOAos 35 anos

A espera acabou e finalmente Diego Lugano vestiu a camisa do São Paulo. Apresentado oficialmente nesta segunda-feira (18), o uruguaio destacou o sonho de encerrar sua carreira com a camisa tricolor. Retornando ao clube do Morumbi, o camisa 5 falou em ajudar o elenco são-paulino e afirmou que a torcida sabe de sua condição física aos 35 anos de idade.

“É um prazer, uma alegria, uma emoção e uma linda responsabilidade voltar a vestir esse manto sagrado. A ilusão é a mesma de quando cheguei aqui 13 anos atrás. Muita coisa mudou na minha vida e na vida do São Paulo, mas o que não mudou é o sentimento de gratidão pelo São Paulo, por toda sua torcida. Hoje estamos aqui para fazer a última etapa de minha carreira”, afirmou o uruguaio que destacou o sonho de se aposentar no clube, mas que ainda tem muito para viver.

“Seria um desejo pessoal fechar a carreira no São Paulo. Temos a curto prazo um objetivo. Quero aproveitar cada dia no CT, no treinamento, quero aproveitar cada vitória, sofrer em cada derrota, não sei quando será meu último jogo, tomara que seja aqui, mas por enquanto quero aproveitar”, declarou.

Idolatrado pela torcida, Lugano chega ao São Paulo sob desconfiança de muitos por conta de sua parte física. Questionado se aceitará ficar no banco de reservas em algum momento, o uruguaio mostrou humildade e destacou a vontade de ajudar o grupo.

“O torcedor sabe que com 35 anos não podemos ser os mesmo que aos 23. Muitos questionam isso, mas o treinador sabe bem o que pode esperar de mim. Acho que (os torcedores) vão entender perfeitamente essa situação, eu também, por mais que eu seja extremamente competitivo. Sempre vou treinar para jogar, mas sempre vou entender decisão da comissão técnica e da diretoria”, afirmou o ídolo tricolor.

Visto como um líder nato, o novo camisa 5 do São Paulo destacou que um grupo é quem escolhe seus líderes. Animado com a volta ao clube, Lugano rasgou elogios ao elenco tricolor que disputará a Libertadores 2016.

“Os líderes não escolhem os grupos. Os grupos que escolhem os líderes. Venho aqui para ser mais um, transmitir minha experiência, minha vontade”, disse.

“Uma coisa que me motivou a vir ao São Paulo que há um elenco de muita qualidade. Aqui é o campeonato mais equilibrado do mundo e se ele esse elenco, com todas as dificuldades, conseguiu ir para a Libertadores, é porque tem um elenco muito bom”, completou.

Ovacionado pela torcida no Morumbi no jogo de despedida de Rogério Ceni no mês de dezembro, Lugano afirmou que as homenagens recebidas naquela oportunidade foram determinantes para seu retorno. Grato ao clube, o jogador destacou que não poderia dizer não ao tricolor.

“O jogo do Rogério foi incrível, emocionante. Primeiro porque o Rogério fez uma festa institucional onde cada jogador histórico do São Paulo foi homenageado. Tinha na cabeça a possibilidade de voltar, mas esse dia entendi que não poderia ficar de costas para minha história. Hoje o São Paulo vive uma fase de transição com alguns anos complicados. A torcida e o próprio Rogério, junto com a diretoria, entendeu que eu poderia colaborar e não posso ficar de costas para esse povo. Esse dia ficou claro que este é meu lugar”, disse o ídolo que ressaltou sua fidelidade ao clube que o projetou ao mundo.

“Cheguei a seleção uruguaia graças ao São Paulo, fiz uma vida profissional graças ao São Paulo. Minha família tem uma vida boa graças ao São Paulo. Achei que a maneira de retribuir ao torcedor era ser fiel”, afirmou.