Luis Enrique vê lesão de Messi como “estímulo” para o elenco

  • Por Agencia EFE
  • 29/09/2015 01h17

Sant Joan Despí (Barcelona), 28 set (EFE).- O técnico do Barcelona, Luis Enrique, considerou a lesão de Lionel Messi, que ficará entre seis e oito semanas afastado dos gramados devido a um problema nos ligamentos do joelho esquerdo, como um “estímulo” para o elenco se manter competitivo, apesar da ausência do craque argentino.

A primeira partida sem Messi durante esse período será nesta terça-feira, contra o Bayer Leverkusen, pela segunda rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões.

“Um jogador como Messi é insubstituível. Será um grande desafio para a equipe competir sem ele. Mas servirá como estímulo para jogar o melhor possível”, ressaltou Luis Enrique.

O treinador negou que jogadores como Neymar e Luis Suárez tenham que assumir a responsabilidade na ausência de Messi, mas disse que “é o momento de todos darem o seu melhor em maneira individual e coletiva”.

Messi visitou o centro de treinamento do Barça ontem para ser novamente examinado. De acordo com Luis Enrique, o argentino está “muito encorajado”, já que o “tempo corre a seu favor”.

Perguntado sobre uma possível mudança no sistema de jogo devido ao desfalque no ataque, Luis Enrique confirmou que essa possibilidade é “estudada a cada semana” com o objetivo deter um time “mais poderoso utilizando os melhores jogadores”.

Sem Messi, o Barcelona receberá amanhã a visita do Bayer Leverkusen em uma partida que, segundo o técnico, “tem ainda mais importância” depois do empate em 1 a 1 com a Roma na primeira rodada.

“O Bayer é uma equipe muito intensa, que defende muito bem e pressiona bastante. Será uma partida complicada e que vai precisar de uma ótima atuação nossa”, afirmou o treinador. EFE

vmc/vnm