Lutador brasileiro que ensinou a mãe a lutar espera chance no UFC

  • Por Jovem Pan
  • 12/03/2015 15h55
Jonas "Speed" Bilharinho luta desde os três anos e foi professor de inglês

Com apenas 24 anos, o carioca Jonas “Speed” Bilharinho é uma das promessas do Brasil para o UFC. Atualmente ele é detentor do cinturão dos pesos galo do Jungle Fight, e tentará, na edição 76 do evento, no dia 28 de março, em São Paulo, conquistar o título dos pesos pena sobre Fabiano Soldado. Em entrevista à rádio Jovem Pan, o lutador falou sobre sua mudança de categoria e contou algumas curiosidades sobre sua vida.

“A preparação está a mil. Estou confiando muito na minha preparação e na estratégia que estamos montando na Team Nogueira e acho que nada, se Deus quiser, vai me tirar esse título”, disse Jonas, que também fez elogios aos irmãos Minotauro e Minotouro, famosos lutadores do UFC. “Eles são muito gente boa, gosto muito deles. Não são nada arrogantes, são pessoas muito do bem, e estão sempre me ajudando”.

Apesar de jovem, o lutador pretende mudar de categoria para ter seu nome marcado no Jungle Fight. “Vai ser um marco na história, se eu conseguir vencer, porque vou vencer em duas categorias diferentes. E a questão do peso estava muito ruim para mim porque eu meço 1,81m e pesar 61kg estava prejudicando a minha performance. Acho que com 66kg vou poder abrilhantar mais o evento”, disse Jonas, que pretende, independentemente do resultado na luta, continuar lutando nos pesos pena.

Além da ambição, Jonas Bilharinho carrega também algumas histórias curiosas. Ele já foi professor de inglês, luta desde os três anos de idade e já deu aula de luta para sua mãe. “Quando ela começou a lutar Muay Thai eu já era faixa preta, e eu lecionava na Team Nogueira. Ela foi minha aluna por quatro anos”, conta. Agora, depois de passar por karatê, capoeira, jiu jitsu, ninjutsu, Muay Thai, boxe, Jonas espera conquistar o novo cinturão no Jungle Fight e receber um convite de Dana White para lutar no UFC.