Maicon “repete” gol marcado por Betão em São Paulo x Corinthians de 2007; compare

  • Por Jovem Pan
  • 27/03/2017 17h41
Paulo Pinto / saopaulofc.net/Reprodução Zagueiros Maicon e Betão marcaram no Majestoso

São Paulo e Corinthians fizeram um clássico quente neste domingo (26), que terminou empatado em 1 a 1. A partida foi cheia de lances ríspidos, provocações e teve até uma expulsão para o lado são-paulino (Wellington Nem aos 48 do 2º tempo). Mas também foi marcada por uma coincidência, quando, aos 24 do 2º tempo, o zagueiro Maicon abriu o placar para os donos da casa. O lance foi semelhante ao de Betão que, na 30ª rodada do Brasileirão 2007, fez o gol que quebrou o tabu de quatro anos sem vitórias do Corinthians ante o São Paulo.

Os dois foram assinalados por zagueiros capitães e no gol do portão principal do Morumbi. Ambos saíram no 2º tempo (Maicon aos 24 e Betão aos 41). Além disso, vieram de bola parada e após desvios no meio da área. No tento são-paulino, Araruna cobrou o escanteio, Cícero subiu na segunda trave e tocou para Maicon, que cabeceou para o gol vazio.

Já no Majestoso de 2007, Gustavo Nery fez o levantamento para o meio da área, Fábio Ferreira desviou meio desajeitado e Betão empurrou para as redes.

Tanto Cássio como Rogério Ceni ficaram “perdidos” e correram de uma trave à outra. O corintiano ainda tentou saltar sem sucesso, enquanto o são-paulino nada pode fazer.

Ao término da partida, o zagueiro do São Paulo destacou que a comemoração do gol, imitando uma galinha, não foi provocação ao rival. “Não quis provocar ninguém, comemorei como veio na minha cabeça. Infelizmente, tomei cartão amarelo e o futebol está ficando um pouco chato porque não pode comemorar, não pode fazer nada”, disse o capitão tricolor.

Em entrevista exclusiva à Jovem Pan, Betão relembrou o lance e classificou o gol da quebra do tabu como o mais importante da sua carreira. “Foi o mais marcante sim. Principalmente, pelo momento em que eu estava vivendo profissionalmente e por toda a expectativa daquele clássico. Por isso, acabou marcando de uma maneira especial, não por ser o São Paulo, mas pelo momento que estávamos passando naquela ocasião”, declarou o ex-camisa 3 alvinegro, que recebeu o apelido de “Betão Eterno” após o gol histórico.

Confira a semelhança nos lances:

Gol de Maicon – São Paulo 1 a 1 Corinthians – 28/03/2017

Gol de Betão – São Paulo 0 a 1 Corinthians – 07/10/2017