Maior campeão do GP do Brasil e tetra na F-1, Alain Prost completa 60 anos

  • Por Jovem Pan
  • 24/02/2015 15h58

Dono de carreira brilhante e controversaAlain Prost

Um dos maiores pilotos da história da Fórmula 1, Alain Prost completa 60 anos de idade nesta terça-feira (24) e, pela maioria dos brasileiros, o ícone tetracampeão mundial é considerado um verdadeiro algoz, já que foi protagonista de uma grande rivalidade com Ayrton Senna.

Nascido perto de Saint Chamond, em Loire, na região central da França, Prost disputou 199 corridas em sua carreira na maior categoria do automobilismo mundial e venceu em 51 oportunidades, recorde que permaneceu até o alemão Michael Schumacher quebrá-lo em 2001, no Grande Prêmio da Bélgica. O francês, em sua trajetória na F-1, que durou de 1980 a 1991 e, posteriormente, após uma pausa em 1992, ainda durou mais uma temporada em 1993, passou por McLaren (três títulos – 1985, 1986 e 1989), Renault, Ferrari e Williams (um título – 1993).

Alain Prost também é o recordista em número de vitórias no GP do Brasil, com seis ao todo. A primeira vez foi no Autódromo de Jacarepaguá, em 1982, com a Renault, e, posteriormente, no mesmo local, em 1984, 1985, 1987 e 1988, todas com a McLaren, antes de vencer a última em Interlagos, no ano de 1990.

Prost é amado e odiado. Gênio do esporte a motor, o francês iniciou uma grande rivalidade com Ayrton Senna em 1988, quando os dois eram companheiros de equipe na McLaren e, buscando o tricampeonato, Alain foi superado pelo brasileiro, que acabou ficando com o título mundial, o primeiro de sua carreira. Os conflitos, entretanto, não começaram aí, já que o campeonato neste ano não foi marcado por polêmicas.

Já em 1989, os problemas começaram a aparecer, no GP de Ímola, quando uma ultrapassagem inaugurou as brigas entre os dois e o ódio entre Prost e Senna durou até o final da temporada de 1993. Neste meio tempo, Alain Prost levou o tri em 1989, Senna ganhou mais dois em 1990 e 1991 e Alain Prost encerrou sua carreira como piloto com o tetracampeonato conquistado em 1993, ano em que Senna ficou com o vice.

Relembre nos áudios acima as vitórias de Prost nos GPs do Brasil de 1987 e 1990!