Mancini: comoção com Chape dentro dos estádios “já foi embora há muito tempo”

  • Por Jovem Pan
  • 12/05/2017 15h29

Vagner Mancini é o treinador da Chapecoense desde o início do ano

Vagner Mancini é o treinador da Chapecoense desde o início do ano

Fora de campo, o carinho e a solidariedade permanecem. Dentro dos estádios, não mais. Em entrevista exclusiva a Flavio Prado que vai ao ar no próximo fim de semana, na Rádio Jovem Pan, o técnico da Chapecoense, Vagner Mancini, revelou que não sente mais a mesma comoção que marcou os primeiros jogos da equipe na temporada. Segundo o treinador, a sensação nos jogos fora de casa é de que as coisas estão voltando “à normalidade”.

Lá atrás, tínhamos uma simpatia muito grande de todo mundo em aeroportos, hotéis… Isto permanece. Há uma energia muito positiva que ainda cerca a Chapecoense. Mas, dentro de campo e dos estádios, o que lá atrás era uma atração, que todo mundo se solidarizava e tinha piedade, hoje já não acontece mais“.

De acordo com Mancini, o duelo com o Atlético Nacional, pela Recopa, foi um marco, o fim de um ciclo na Chapecoense. “Acho que o tempo-limite foi esta final da Recopa, na qual reencontramos o Atlético Nacional e disputamos a partida que não havia sido jogada no ano passado. Daqui para frente, acho que as coisas vão voltar ainda mais ao normal. Fora de campo, ainda vai seguir o carinho, a solidariedade... Mas, dentro de campo, não… Já foi embora há muito tempo”.

No entendimento do treinador, portanto, a comoção envolvendo o acidente do ano passado não deve interferir no desempenho da Chapecoense no Campeonato Brasileiro. O time catarinense, 11º colocado em 2016, vai entrar na competição nacional para não cair à segunda divisão. Para atingir o objetivo, segundo Mancini, o elenco precisa de reforços.

Não temos um elenco grande, faltam algumas peças ainda… A Chapecoense vem superando os seus limites a cada dia. Está bem em quase todas as competições, mas tudo tem um prazo de validade. É necessário reforçar o elenco para fazer um bom Campeonato Brasileiro, que é o que sustenta todas as equipes do País. Não podemos deixar que o rebaixamento bata à nossa porta, até para não prejudicar o planejamento das temporadas seguintes”.

A Chapecoense estreia no Brasileirão contra o Corinthians, em Itaquera. O jogo está marcado para o próximo sábado, às 19h. Nos primeiros meses do ano, o time alviverde foi campeão catarinense. Já a equipe alvinegra faturou o Campeonato Paulista.