Mano ironiza declarações de Felipão após vitória corintiana diante do Grêmio

  • Por Jovem Pan
  • 24/11/2014 07h24
durante o jogo entre Corinthians/SP x Gremio/RS, realizado esta tarde na Arena Corinthians, valido pela 36a. rodada do Campeonato Brasileiro de 2014. Juiz: Ricardo Marques Ribeiro - Sao Paulo/Brasil - 23/11/2014. Foto: © Daniel Augusto Jr. / Ag. CorinthiansMano Menezes celebra vitória diante do Grêmio em São Paulo

O duelo entre Corinthians e Grêmio, realizado neste domingo (23), não terminou apenas com o apito final do árbitro e vitória alvinegra por 1 a 0. Depois da partida, Mano Menezes rebateu as declarações polêmicas de Felipão que reclamou muito da arbitragem da partida e insinuou haveria um complô contra o Grêmio por não ser interessante possuir dois times gaúchos na Libertadores 2015. Além de ironizar o colega de profissão, o comandante corintiano também deixou claro que gostaria de ter mais reconhecimento pela campanha do Timão no Campeonato Brasileiro. 

Com 66 pontos, o Corinthians abriu seis de vantagem para o Grêmio e se consolidou na terceira posição e no G-4, juntamente com Cruzeiro, São Paulo e Internacional. Na visão de Mano Menezes, essa configuração da tabela foi construída dentro do campo. “Não sou analista de opinião, sou técnico. Se existe alguma coisa, não nos avisaram. Treinei pra caramba para conseguir esta vaga na Libertadores. Eu já poderia estar com as barbas de molho. Eu também sou ex-técnico da Seleção e não tenho a mesma opinião. Não quero entrar no mérito disso porque não tenho dados para absolutamente nada. Os atores estão fazendo bem. Veja, ontem o Internacional fez o gol faltando dois segundos. Sinal de que está tudo bem ensaiado”, ironizou o coritiano. 

Com cinco pontos de vantagem para o Atlético-MG, primeiro time fora do G-4, o Corinthians precisa de poucos pontos nas duas partidas que lhes resta diante de Fluminense (fora) e Criciúma (casa). Por isso, o treinador corintiano pediu menos críticas aos seus comandados. “Fizemos uma reformulação, ela foi grande, e o que aconteceu conosco na temporada é normal. Temos de discutir o futebol com profundidade. Merecemos críticas, mas não na proporção do que eu estava lendo e ouvindo. Não é possível que uma equipe com 66 pontos não mereça um par de elogios. Merece críticas, mas elas têm de ser bem menores do que os elogios. Estamos com a melhor campanha do segundo turno. Ainda podemos chegar numa pontuação maior do que aquela que o Corinthians teve quando foi campeão brasileiro (em 2011) e mesmo assim não passar de terceiro. Isso mostra o quanto o campeonato tem alto nível”, avaliou,

Diante do Grêmio, o Corinthians manteve o bom retrospecto diante dos times do topo da tabela. O treinador corintiano acredita que a torcida tem valorizado essa solidez diante dos líderes do torneio. “É contra os grandes que você faz as maiores decisões. Se na hora que enfrenta os grandes você consegue dar uma resposta com um trabalho tão positivo como a gente fez, o torcedor enxerga isso. Ele sabe o valor das vitórias nos grandes jogos. E fizemos uma transformação bastante grande do primeiro semestre para o segundo”, finalizou.