Mano ressalta experiência como treinador e pede time “dedicado” contra Botafogo

  • Por Jovem Pan
  • 31/05/2014 12h09
durante o treino desta tarde no CT do Parque Ecologico do Tiete, zona leste de Sao Paulo. O próximo jogo da equipe será domingo, dia 01/06 na Arena Corinthians, válido pela 9a. rodada do Campeonato Brasileiro de 2014. Sao Paulo / SP - Brasil - 30/05/2014. Foto: © Daniel Augusto Jr. / Ag. CorinthiansMano Menezes pede "time dedicado" contra Botafogo

De vaias à aplausos em dez dias. Foi isso que o técnico Mano Menezes encarou no Corinthians depois das últimas partidas do clube pelo Campeonato Brasileiro. Depois de enfrentar uma sequência de três jogos sem vitórias, o Timão conquistou dois triunfos consecutivos e trouxe a torcida novamente para o seu lado. O treinador alvinegro defendeu sua opção por manter uma formação tática contestada, valorizou o apoio da torcida e garantiu que é obrigação do clube brigar pelo título do campeonato nacional pela estrutura que possui. 

Depois de tropeçar três vezes consecutivas, Mano não se abalou e apostou em formação contestada pela torcida. O gaúcho teve êxito e creditou isso a sua experiência na profissão. “Se eu fosse precipitado, teria mudado muita coisa de quarta-feira passada [quando empatou com o Atlético-PR] para essa [quando bateu o líder Cruzeiro], e certamente isso teria trazido muito mais prejuízo do que crescimento. A vantagem de ser um técnico experiente é que ele sabe como as coisas funcionam, e nisso me enquadro bem”, disse.

Com o ambiente positivo, o Corinthians tentará a primeira vitória em seu estádio, neste domingo (01), diante do Botafogo. Cerca de 40 mil pessoas devem estar presentes na Arena Corinthians, fato que Mano celebrou em entrevista coletiva. ” Precisamos muito do torcedor ao nosso lado, e o que tentamos fazer é que a equipe dentro de campo mereça esse apoio. Se tiver o comportamento que teve no Canindé [na vitória contra o Cruzeiro], o torcedor vai estar ao lado do time até mesmo na dificuldade. A dedicação é que contagia o torcedor do Corinthians”, assegurou. 

A possibilidade de terminar o período pré-Copa do Brasileirão na liderança não empolga Mano. Com 15 pontos, o Corinthians tem um a menos que líder Cruzeiro. “Eu penso que é um pouco cedo para objetivamente falar sobre isso, mas nós queremos, sem dúvida nenhuma, brigar pelo título. Trabalhando no Corinthians, tendo o que temos à disposição, precisamos trabalhar para brigar pelo título. Sem dúvida nenhuma”, finalizou.