Mano revela tentativa de trazer Damião e afirma que Pato causava “ciúmes”

  • Por Jovem Pan
  • 04/11/2014 08h07
SÃO PAULO, SP - 26.02.2014: PAULISTA/CORINTHIANS X COMERCIAL - Mano Menezes- Partida entre Corinthians e Comercial de Ribeirão Preto, válida pela 11º rodada do Campeonato Paulista 2014, no estádio do Pacaembu, em São Paulo, na noite desta quarta-feira (26). (Foto: Levi Bianco/Brazil Photo Press/Folhapress)Mano Menezes garante que jogadores podem curtir o carnaval

A segunda passagem de Mano Menezes pelo Corinthians não teve o brilho da primeira e, por isso, se encerrará ao final de 2014, com apenas um ano de duração. Em entrevista ao canal Fox Sports, o treinador gaúcho relembrou os problemas do início da temporada e justificou as saídas de Alexandre Pato e Émerson Sheik, até então nomes de peso do ataque alvinegro. O setor ofensivo corintiano, por sua vez, é o ponto fraco do time comandado por Mano, que revelou ter tentado tirar o contestado Leandro Damião do Santos. Contudo, o rival vetou o que seria um negócio polêmico. 

Atualmente defendendo o rival São Paulo, Alexandre Pato não justificou o grande investimento que possibilitou sua saída do Milan. O atacante deixou o Corinthians de Mano Menezes ainda no início da atual temporada para defender o rival do Morumbi, por empréstimo. “Ele sofreu algo comum no futebol. Quando você tem um plantel vencedor e chega alguém de fora, é implantado um desequilíbrio. Ainda mais se for um atleta de cartaz. Senti no grupo uma reação de ciúmes e vaidade, que procurei contornar”, revelou. 

Outro nome que deixou o clube e causou polêmica foi Émerson Sheik, herói da conquista da Libertadores 2012. O atacante deixou o clube, também por empréstimo, realizando diversas críticas às atitudes de Mano Menezes, que disse não ter descartado o polêmico atleta logo no início. “Quando começou a temporada este ano eu quis todo mundo. Mas nós vivíamos um momento duro no Paulista, quando fomos goleados por 5 a 1 do Santos. Fizemos uma análise e entre as análises nós fizemos nossa escolha. Por questões internas achamos que deveríamos abrir mão dele [Sheik] naquele momento”. O treinador contou que não voltou a conversar com o ex-comandando. “Nós não nos falamos e eu não pretendo falar também”, afirmou ainda ao canal televisivo.  

Para solucionar o problema do ataque corintiano, Mano admitiu ter tentado tirar Leandro Damião do rival Santos. O clube da Baixada Santista, contudo, não aceitou o negócio. “Na pauta de contratações, sugeri o nome do Leandro Damião. É um jogador que confio e já trabalhou comigo na Seleção Brasileira. Porém, o Santos vetou”, finalizou. 

O Corinthians de Mano Menezes ainda sonha em terminar o Campeonato Brasileiro dentro do G-4 e, assim, ir à Libertadores de 2015. Atualmente, o time tem 54 pontos [mesma pontuação que o Fluminense, quarto colocado] e está na sétima posição. No próximo domingo (09), o Timão recebe o Santos na Arena Corinthians, em duelo válido pela 33ª rodada do torneio nacional.