Marcelo Fernandes reconhece desvantagem, mas promete Santos forte

  • Por Jovem Pan
  • 01/05/2015 17h03
SANTOS, SP, 30.04.2015: FUTEBOL-SANTOS - O técnico Marcelo Fernandes - Treino do Santos realizado no CT Rei Pelé, na tarde desta quinta-feira (30), em Santos, no litoral de São Paulo. O Santos enfrenta o Palmeiras pela final do Campeonato Paulista, domingo (3), na Vila Belmiro. (Foto: Guilherme Dionizio/Folhapress)Treinador do Peixe garantiu time ofensivo para reverter a desvantagem na Vila Belmiro

A reação dos jogadores e torcedores do Santos ao fim da primeira partida da final do Campeonato Paulista, no Allianz Parque, foi curiosa. Mesmo perdendo de 1 a 0 para o Palmeiras, eles comemoraram o resultado, afinal o rival teve chances de ampliar o marcador e as desperdiçou. Entretanto, o técnico Marcelo Fernandes reconhece que o Santos está em desvantagem para a o jogo de volta.

“É uma vantagem que o Palmeiras conquistou. Em uma decisão, é importante. Hoje, neste regulamento, se há vantagem, o Palmeiras a tem. É um clássico. Mas o Santos está forte”, garantiu o treinador, que também falou sobre a possibilidade da disputa por pênaltis (em caso de vitória santista por um gol de diferença. “Estamos treinando. Treinamos contra o São Paulo e vamos continuar treinando”.

O time santista deve contar com a volta de Robinho, poupado no domingo passado. Para Marcelo Fernandes, o atacante tem de estar 100% recuperado para jogar. “O Robinho, se for a campo, pode ter certeza que estará 100%. Não tem como um jogador de drible e arrancada estar só mais ou menos”. Em relação aos outros desfalques, o mistério é maior. “O Werley veio para o campo, não tem problema clínico. Ele está tomando vitamina e esperamos contar com ele. Quanto aos demais, temos que esperar”.

O técnico elogiou Ricardo Oliveira, que renovou seu contrato com o clube. “O Ricardo começou a deslanchar em Ribeirão, quando eu fui de interino. Estou muito feliz por ele. É um cara importantíssimo. É o que ele queria, ter ficado. Ele provou isso”, disse. Perguntado sobre o funk cantado por Robinho, ele não se abalou. “Qual o problema? O Robinho vai dizer que vai perder? Foi uma brincadeira interna. Não vi desrespeito”.

O Santos recebe o Palmeiras na Vila Belmiro no domingo (03) e precisa de uma vitória por mais de um gol de diferença para ser campeão paulista. Em caso de triunfo pelo placar mínimo, a decisão vai para os pênaltis. O Verdão, por sua vez, joga pelo empate.