Marcelo Melo avança e vai às oitavas na Austrália; Demoliner elimina favoritos

  • Por Estadão Conteúdo
  • 21/01/2017 12h54

Marcelo Melo e Lukasz Kubot avançaram às oitavas do Aberto da Austrália

Reprodução / Instagram Marcelo Melo e Lukasz Kubot avançaram às oitavas do Aberto da Austrália

O Brasil teve um ótimo sábado no Aberto da Austrália. Os três tenistas que entraram em quadra, todos em torneios de duplas, venceram suas partidas. Marcelo Melo, com o polonês Lukasz Kubot, e Marcelo Demoliner, que tem o neozelandês Marcus Daniell como parceiro, estão nas oitavas de final nas duplas masculinas. Bruno Soares, com a checa Katerina Siniakova, passou da primeira rodada de duplas mistas.

Neste sábado, Melo e Kubot superaram o norte-americano Nicholas Monroe e o neozelandês Artem Sitak por 2 sets a 0, parciais de 6/4 e 7/6 (7/3). Na próxima rodada, o brasileiro encara seu ex-parceiro, o croata Ivan Dodig, que joga em Melbourne ao lado do espanhol Marcel Granollers. 

Melo, atualmente o oitavo do ranking mundial de duplistas, e Dodig foram parceiros por cinco anos e só encerraram a dupla no fim do ano passado, porque o croata deseja disputar mais torneios de simples e recuperar o seu ranking. 

Mas Melo não será o único brasileiro nas oitavas. Demoliner e Daniell venceram neste sábado a forte dupla formada por Raven Klaasen (África do Sul) e Rajeev Ram (EUA), que era a sexta cabeça de chave do torneio, por 2 a 0, com parciais de 6/1 e 7/6 (7/4). Na próxima rodada, eles encaram Sam Groth/Chris Guccione, da Austrália.

Demoliner tem 28 anos e ocupa o 64º lugar do ranking mundial de duplistas. Daniell, seu parceiro, tem se dedicado às competições de duplas nos últimos dois anos e hoje é o 56º do mundo. Juntos eles foram semifinalistas em Auckland, na Nova Zelândia, há duas semanas.

Já Bruno Soares, eliminado em duplas masculinas logo na estreia, avançou nas duplas mistas neste sábado. Jogando com a checa Katerina Siniakova, ele venceu Pablo Cuevas (Uruguai)/María José Martínez Sánchez (Espanha) por 2 a 0 (6/4 e 6/3). Os rivais do brasileiro e da checa na segunda serão definidos no domingo, apenas. Ele é o único representante do Brasil na chave.