Marquinhos Gabriel fala sobre boa atuação e garante muito trabalho

  • Por Jovem Pan
  • 03/04/2014 21h26

Marquinhos Gabriel falou sobre boa atuação contra Vilhena e garantiu trabalho antes do Brasileirão

Marquinhos Gabriel concede entrevista coletiva

Na vitória do Palmeiras sobre o Vilhena por 2 a 0, na última quarta-feira (2), o meia Marquinhos Gabriel, que entrou no segundo tempo, foi um dos grandes destaques do alviverde de Palestra Itália ao dar a assistência para Bruno César fazer o primeiro gol da equipe.

O jogador deu mais velocidade à equipe, que vinha jogando bem mal antes de sua entrada, e assim auxiliou de fato o Palmeiras a se classificar de forma tranquila para a segunda fase da Copa do Brasil. Marquinhos Gabriel, aliás, é o líder de assistências da equipe nesta temporada, com três passes para gols de companheiros em apenas dez partidas.

“Para mim é importante, quero entrar em campo e ajudar. Fico feliz com esses números e procurarei aumentá-los para conseguir uma vaga no time. Procuro sempre o confronto e o drible, é uma característica minha. Sempre fui um jogador que dá muitas assistências. Espero ajudar ainda mais neste ano e fazer bastante gols. Continuarei sempre assim, driblando e indo para cima do marcador”, declarou o meio-campista.

Marquinhos Gabriel recentemente retornou de lesão, problema que o afetou justamente quando ele havia acabado de conquistar uma vaga na equipe titular. O meia, porém, compreende que contusões são normais.

“A contusão faz parte do futebol. Eu estava em uma sequência muito boa. Infelizmente, eu tive a lesão, mas agora estou preparado e 100%. Tenho de aproveitar os treinamentos. O professor (Gilson Kleina) tentará montar uma equipe e eu espero estar nela”, falou.

O próximo compromisso do Palmeiras na temporada será no dia 20 de abril, às 18h30 (de Brasília), na estreia da equipe no Campeonato Brasileiro, contra o Criciúma, fora de casa. E Marquinhos Gabriel garante que a equipe vai trabalhar muito até lá.

“Treinaremos para acertar os erros e não falharmos mais no Brasileiro e na Copa do Brasil. E, ao mesmo tempo, a gente fica triste por não disputar uma final que seria muito importante para nós e para os torcedores também”, assegurou.

“Sempre entraremos em campo para ser campeão, buscaremos desde o começo fazer o máximo de pontos possível nas rodadas antes da Copa do Mundo. O Palmeiras, por ser uma equipe gigante do futebol brasileiro, tem de ser favorito sempre mesmo”, finalizou o meia.