Mauricio Galiotte abre o jogo e revela o quanto o Palmeiras ainda deve

  • Por Jovem Pan
  • 30/03/2017 18h34

Maurício Galiotte quer quitar 100% das dívidas do Palmeiras até dezembro de 2018

Maurício Galiotte quer quitar 100% das dívidas do Palmeiras até dezembro de 2018

Em entrevista exclusiva a Flavio Prado que vai ao ar no próximo fim de semana, na Rádio Jovem Pan, o presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, revelou o quanto o clube ainda deve. Com o objetivo de quitar 100% dos débitos até dezembro de 2018, o mandatário abriu o jogo. 

“A nossa dívida não é grande. Ela reduziu significativamente. Hoje, gira em torno de 20% do faturamento anual“, contou Galiotte. 

Considerando que o Palmeiras fechou 2016 com arrecadação de R$ 497,8 milhões, é possível afirmar que a dívida alviverde beira os R$ 99,4 milhões – valor bem inferior aos R$ 350 mi de 2013. 

principal credor é o Paulo (Nobre)”, confirmou Galiotte, sem citar valores – especula-se que a quantia a ser paga ao ex-mandatário é de R$ 65 milhões.

“Mas a minha expectativa é de, no final do mandato, em dezembro do ano que vem, zerar 100% das dívidas”, acrescentou. 

Segundo o presidente, o clube se encontra em um patamar financeiro estável. “Hoje, é possível dizer que o Palmeiras está equacionado, porém, com compromissos, e que, em dois anos, estará sem dívidas“, finalizou. 

O patrocínio do grupo Crefisa/FAM, a venda de Gabriel Jesus, a assinatura com o Esporte Interativo, o crescimento do programa de sócios-torcedores e a rentabilidade do Allianz Parque explicam a queda vertiginosa dos débitos alviverdes em um curto intervalo de tempo.