Mauro Silva cobra que árbitros da Copa América protejam os grandes craques

  • Por Agência EFE
  • 24/06/2015 18h24

Auxiliar-pontual da Seleção de Dunga disse que apenas avaliou jogadores para assessorias esportivas

Folhapress Mauro Silva nega ter sido empresário de jogadores

Auxiliar-técnico da Seleção Brasileira, Mauro Silva cobrou nesta quarta-feira, em entrevista coletiva, que os árbitros das partidas da Copa América ajudem a preservar a integridade física dos principais craques.

“O papel do árbitro deve ser o de conhecer a competição, os jogadores e, fundamentalmente, proteger o talento. É o caso de Neymar. É o que se espera do árbitro”, afirmou o tetracampeão mundial em 1994.

O ex-volante ainda afirmou que a Copa América vem apresentando nível equilibrado, e que a seleção terá um compromisso complicado neste sábado, quando enfrentará o Paraguai, pelas quartas de final.

“Vai ser complicado para o Brasil. É importante ter segurança competitiva, tentar não sofrer gols. Temos potencial, apesar de o Neymar não estar em campo. Mostramos isso com Firmino e o Coutinho. Iremos fazer o possível para superar e passar de fase”, afirmou.