Médicos comunicam que estado de Schumacher ainda é crítico, após 10 dias de coma

  • Por Jovem Pan
  • 07/01/2014 08h58
Ferrari com a qual Michael Schumacher correu a Fórmula-1 este ano exposta em um posto

O Centro Hospitalar Universitário de Grenoble, na França, onde Michael Schumacher está internado desde o dia 29 de dezembro divulgou um comunicado a imprensa informando que o estado de saúde do ex-piloto ainda é crítico e estável.

“O estado clínico de Michael Schumacher é considerado estável e continuamente supervisionado. A equipe médica competente salienta, porém, que não vai parar de considerar a situação de Michael como crítica.

As demandas da privacidade do paciente exigem que não mencionemos os detalhes de seu tratamento. Por esta razão, nós inicialmente não planejamos outra conferência de imprensa ou comunicado escrito. Precisamos que seja respeitado o sigilo médico e que as únicas informações válidas sejam exclusivamente as dadas pela equipe médica competente”.

O jornal alemão Bild publicou o comunicado e ainda informou que os médicos estão confiantes, mas que não é possível saber se Schumacher irá se recuperar totalmente e se haverá algum dano permanente.

Nos próximos dias o heptacampeão mundial deve ser submetido a teste para saber como o cérebro está reagindo com a redução do inchaço. Ele sofreu traumatismo craniano ao bater a cabeça em uma pedra enquanto esquiava na pista de Méribel, na França. O ex-piloto passou por duas cirurgias e está em coma induzido há dez dias.  

Nesta quarta-feira a promotoria francesa dará uma entrevista para explicar os detalhes da investigação sobre o acidente.