Mercedes dominam em Cingapura e Hamilton crava pole; Massa larga em sexto

  • Por Jovem Pan
  • 20/09/2014 11h15

O britânico Lewis HamiltonLewis Hamilton durante treino classificatório para o GP de Cingapura

O treino classificatório para o Grande Prêmio de Cingapura de Fórmula 1 foi realizado na manhã deste sábado (20). Na sessão que define o grid de largada de um dos GPs mais ‘charmosos’ da temporada, a corrida noturna, não houve novidade e o domínio da Mercedes mais uma vez ficou claro. Lewis Hamilton, já com o cronômetro zerado no Q3, cravou tempo de 1min45s681 e ficou com a pole, logo à frente de seu companheiro Nico Rosberg, que cravou 1min45s688 e vai largar em segundo neste domingo (21), às 9h (de Brasília).

Logo atrás dos dois primeiros vieram Daniel Ricciardo e Sebastian Vettel, da Red Bull, que ficaram em terceiro e quarto, respectivamente, com tempos de 1min45s854 e 1min45s902. Em quinto ficou Fernando Alonso, da Ferrari, que fez sua melhor volta em 1min45s907, e o brasileiro Felipe Massa, da Williams, veio logo atrás, completando seu melhor giro em 1min46s.

Completaram o top 10 do grid de largada Kimi Raikkonen (Ferrari), com 1min46s170, Valtteri Bottas (Williams), com 1min46s187, Kevin Magnussen (McLaren), com 1min46s250, e Daniil Kvyat, da Toro Rosso, que fechou com 1min47s362.

O GP de Cingapura, 14ª etapa do Mundial de Fórmula 1, será realizado neste domingo, às 9h, e você acompanha tudo em tempo real no Jovem Pan Online.

O treino – Logo no início do Q1, Rosberg perdeu o controle do carro e foi parar na área de escape, indo mal em sua primeira volta. As Ferraris chegaram a cravar bons tempos e Fernando Alonso e Kimi Raikkonen chegaram a ficar na ponta da primeira parte do treino. Pouco tempo depois, entretanto, Lewis Hamilton, da Mercedes, cravou o tempo de 1min47s847 e assumiu a ponta.

Raikkonen fechou o Q1 na ponta e Felipe Massa, da Williams, conseguiu se garantir no Q2 com o 11º tempo. Fernando Alonso ficou com o segundo tempo, confirmando o domínio da Ferrari no início do treino, e Lewis Hamilton, da Mercedes, ficou em terceiro.

Foram eliminados na primeira parte do treinamento Adrian Sutil, da Sauber, Pastor Maldonado, da Lotus, Jules Bianchi, da Marussia, Kamui Kobayashi, da Caterham, Max Chilton, da Marussia, e Marcus Ericsson, da Caterham.

No Q2, Massa começou cravando o melhor tempo, mas logo saiu da zona de classificação para o Q3. A Ferrari continuou mostrando excelente ritmo, mas Lewis Hamilton, da Mercedes, não demorou a marcar o tempo de 1min46s287 e assumir a ponta da sessão.

Precisando melhorar bastante seu tempo, Felipe Massa entrou na pista e cravou 1min46s472, o que recolocou o brasileiro na zona de classificação para o Q3, com o quinto tempo. Com o cronômetro já zerado no Q2, Nico Rosberg marcou o tempo de 1min45s825 e acabou a sessão na ponta. Lewis Hamilton, que fez seu melhor giro em 1min46s287, ficou em segundo. Logo atrás vieram Fernando Alonso e Kimi Raikkonen, da Ferrari.

Os seis eliminados no Q2 foram Jenson Button (McLaren), Jean-Eric Vergne (STR), Nico Hulkenberg (Force India), Esteban Gutiérrez (Sauber), Sergio Pérez (Force India) e Romain Grosjean (Lotus).

No Q3, Felipe Massa mostrou excelente ritmo logo no começo e cravou o melhor tempo da parcial logo no início, com 1min46s007. Logo atrás vieram Daniel Ricciardo, da Red Bull, Fernando Alonso e Kimi Raikkonen, da Ferrari, e Valtteri Bottas, companheiro de Massa na Williams. Esses foram os cinco primeiros com as primeiras parciais do Q3.

A alegria de Massa, entretanto, durou pouco. Na última chance para cada piloto, Lewis Hamilton cravou o melhor tempo e ficou com a pole, logo à frente de Rosberg. Felipe Massa caiu e vai largar na sexta posição do grid.

Confira o grid para o Grande Prêmio de Cingapura: