Mesmo liberado, Benzema não será convocado para a seleção francesa

  • Por EFE
  • 16/03/2016 13h24
Envolvido em poêmico caso Valbuena

O atacante Karim Benzema, do Real Madrid, seguirá sem ser convocado para defender a seleção francesa, conforme disse o presidente da federação de futebol do país em entrevista publicada nesta quarta-feira, apesar do fim de parte do impedimento legal do contato com o meia Mathieu Valbuena, do Lyon.

A afirmação taxativa de Noel Le Graet foi feita ao jornal Le Parisien na véspera da divulgação dos relacionados pelo técnico Didier Deschamps para amistosos contra Holanda e Rússia, em 25 e 29 deste mês, respectivamente.

“Karim Benzema não será convocado para a seleção francesa”, garantiu o dirigente.

Em dezembro, o próprio Le Graet foi quem vetou a presença do atacante na equipe nacional, por causa do envolvimento no caso de chantagem contra Valbuena, que corre na justiça francesa, pelo menos até que houvesse alguma definição.

Na sexta-feira passada, o Tribunal de Apelação de Versalhes levantou parte do controle judicial, que impedia o jogador do Real Madrid de ter contato com o companheiro. No mesmo dia, a federação divulgou comunicado apontando que a decisão era “um primeiro passo”.

Le Graet, segundo a imprensa francesa, quer ter acesso a todos os detalhes da decisão do Tribunal de Apelação, o que só acontecerá no fim de semana, depois que os juízes do caso aceitaram que o dirigente se tornasse parte do processo.