Messi faz gol número 369 e divide posto de maior artilheiro do Barcelona

  • Por EFE
  • 16/03/2014 14h03
EFE Messi faz gol 369 e quebra marca histórica

O atacante argentino Lionel Messi continua a pulverizar recordes e, com os três gols marcados neste domingo na goleada de 7 a 0 sobre o Osasuna, se tornou o maior artilheiro da história do Barcelona, com um total de 371, superando o filipino Paulino Alcántara.

Este último marcou 369 gols – 142 em partidas oficiais e outros 227 em amistosos – em um total de 357 jogos, e foi cinco vezes campeão da Copa do Rei e outras dez do Campeonato Catalão entre 1912 e 1927.

Aos 26 anos, Messi chegou a seu 233º gol em suas participações no Campeonato Espanhol. Ele precisou de 453 partidas para superar o registro do atacante filipino. Além dos 233 na principal competição doméstica, o camisa 10 soma 67 na Liga dos Campeões, 29 na Copa do Rei, dez na Supercopa da Espanha, quatro no Mundial de Clubes, um na Supercopa da Europa e 27 em amistosos.

Messi precisou de dez anos para acabar com o reinado de Alcántara, que chegou a 369 gols em 15. A média de gols do filipino – 1,03 por partida – é ligeiramente superior à do capitão da seleção argentina, que tem 0,81.

O recorde veio contra uma das vítimas favoritas de Messi. O Osasuna o viu mandar a bola para o fundo de suas redes 19 vezes. Pior retrospecto, só o do rival Atlético de Madrid, que levou 20 gols do craque.

Para o quatro vezes eleito pela Fifa como melhor jogador do mundo, ainda restam desafios. O próximo é superar primeiro os 234 gols do mexicano Hugo Sánchez no Espanhol, tornando-se assim o segundo maior artilheiro da competição e ficando mais perto dos 251 de Telmo Zarra. Só resta saber se conseguirá a façanha ao fim da atual temporada ou na próxima. Com Messi, tudo é possível.