Michel Bastos é vítima de racismo e jogadores são-paulinos mostram revolta

  • Por Jovem Pan
  • 02/11/2015 13h00
RIO DE JANEIRO, RJ, 23.08.2015: FLAMENGO X SÃO PAULO - Partida válida pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro 2015, no estádio de do Maracanã. (Foto: Roberto Filho/Eleven/Folhapress)Michel Bastos usou a faixa de capitão contra o Flamengo e ressaltou que Osorio sempre o pôs para jogar

O meia Michel Bastos tem vivido dias turbulentos no São Paulo. Depois de ouvir protestos de boa parte da torcida durante o jogo contra o Sport no sábado, o jogador comemorou seu gol fazendo um gesto para esses torcedores se calarem. Horas depois, ele pediu desculpas pela atitude, mas mesmo assim foi alvo de ofensas na internet.

Uma dessas ofensas, porém, foi além da relação jogador-torcedor. Uma usuária da rede social Instagram comentou uma foto de Michel Bastos com ofensas racistas. Revoltado, o camisa 7 compartilhou a imagem do comentário em seu perfil e questionou: “Tenho que ficar quieto ainda?”.

 

Tenho que ficar quieto ainda ???

Uma foto publicada por MB7 Oficial. (@mb7_oficial) em

Em apoio a Michel, jogadores e ex-jogadores do São Paulo usaram as redes sociais para protestar contra o crime cometido pela usuária. O zagueiro Lyanco postou no Twitter um texto em apoio ao companheiro.

“Para nós nunca foi torcedora de uma instituição como o São Paulo FC! Isso nos deixa muito tristes, mas sabemos que os verdadeiros torcedores 99% não aceitam esse tipo de atitude. Vocês são tudo para nós! Torcida de verdade”, escreveu Lyanco. “Michel, meu irmão, nós estamos com você, aqui nesta torcida e neste clube não existe preconceito, somos todos iguais. Juntos somos mais fortes!”.

O também tricolor Matheus Reis compartilhou o texto de Lyanco em seu perfil no Twitter. O meia Boschilia, que se transferiu neste ano do São Paulo ao Monaco, da França, foi outro que prestou apoio a Michel Bastos.