Milan vence Fiorentina e alivia pressão sobre técnico Clarence Seedorf

  • Por Agencia EFE
  • 26/03/2014 21h23

Milan bate a Fiorentina por 2 a 0 e alivia a pressão sobre demissão de Seedorf

Mexes comemora gol o Milan contra a Fiorentina

O técnico Clarence Seedorf ganhou nesta quarta-feira fôlego extra em meio à enorme pressão que vem sofrendo no cargo graças à vitória do Milan sobre a Fiorentina por 2 a 0, em Florença, pela 30ª rodada do Campeonato Italiano.

Vindo de uma sequência de quatro jogos sem vitória – três derrotas e um empate – na competição doméstica, além da eliminação na Liga dos Campeões da Europa, Seedorf levou o clube rossonero a campo nesta quarta mais uma vez ameaçado de demissão. Porém, desta vez, conseguiu fazer o time vencer e aliviar a crise.

O Milan dominou a Fiorentina e chegou à vitória com gols do francês Philippe Mexes, aos 23 minutos do primeiro tempo, e do atacante Mario Balotelli, aos 19 da etapa final.

A equipe milanesa tem 39 pontos e ocupa a 12ª posição, enquanto a Fiorentina soma 51 e está em quarto, dentro da zona de classificação para a Liga Europa.

Líder com 81 pontos, 14 de vantagem sobre a segunda colocada Roma, a Juventus segue atropelando seus adversários no campeonato. A vítima hoje foi o Parma (6º colocado, com 47 pontos), que perdeu por 2 a 1 e pode ver suas chances de ida à Liga Europa diminuírem caso amanhã a Inter de Milão (5º, com 47 pontos) vença em casa a Udinese.

O encarregado de levar a Juve à vitória foi mais uma vez o atacante Carlos Tévez. O argentino balançou as redes duas vezes e retomou a artilharia do Italiano, com 20 gols, um a mais que Ciro Immobile, do Torino. O gol do Parma foi marcado por Cristian Molinaro.

Em confronto direto pela luta contra o rebaixamento, o Chievo derrotou o Bologna por 3 a 0 e inverteu as posições dos times. A equipe da cidade de Verona passou para a 16ª posição, com 27 pontos, enquanto seu adversário caiu para 17º, mantendo-se com 24.

Os times que neste momento ocupam a zona de descenso são Livorno, 18º colocado, com 24, Sassuolo, 19º, com 21, e Catania, que está na lanterna, com 20.