Ministro defende isenção de vistos de turistas visando Jogos Olímpicos

  • Por Agência EFE
  • 11/06/2015 21h04
A presidenta Dilma Rousseff dá posse ao novo ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, em cerimônia no Palácio do Planalto (José Cruz/Agência Brasil)Dilma dá posse a ministro do Turismo

O ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, anunciou nesta quinta-feira que o governo federal está debatendo os detalhes para alterar os requisitos para emissão do visto de turista, visando a realização dos Jogos Olímpicos, no Rio de Janeiro, no próximo ano.

“Gostaríamos de utilizar as Olimpíadas como instrumento de divulgação”, afirmou Alves, durante visita as obras do Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro.

De acordo com o ministro, a intenção da pasta é deixar de solicitar o visto a cidadãos de outros países, de forma bilateral, a partir de julho deste ano, até o fim dos Jogos, que está marcado para o dia 21 de agosto de 2016.

Alves explicou que a medida buscaria, principalmente, aumentar o número de visitantes provenientes dos Estados Unidos, de onde chegam o maior número de turistas para o Brasil. Além disso, serviria como teste para um possível fim do sistema de vistos entre ambos os países.

“As Olimpíadas são uma oportunidade fantástica de abrir o mercado brasileiro para o turismo americano”, afirmou o prefeito do Rio, Eduardo Paes, que também participou da visita.

O ministro do Turismo admitiu preocupação com baixo impacto que o setor tem atualmente na economia do país e, por isso, busca aproveitar a notoriedade do evento poliesportivo, que segundo ele, será “o maior do Brasil nos próximos 50 anos”.

“Como pode o país só receber 6 milhões de turistas? Temos que fazer com que o mundo inteiro veja a beleza, não só do Rio de Janeiro, mas de todo o Brasil”, indagou Henrique Eduardo Alves.