Mirotic diz que não teve intenção de rasgar bandeira da Sérvia

  • Por Agencia EFE
  • 09/09/2015 13h19

Berlim, 9 set (EFE).- O ala-pivô Nikola Mirotic, montenegrino que se naturalizou espanhol, se defendeu nesta quarta-feira da atitude de rasgar uma bandeira da Sérvia, depois de partida pela primeira fase do Eurobasket, o Campeonato Europeu masculino de basquete.

“Eu expliquei tudo aos jornalistas sérvios. Foi um erro de minha parte, mas muito inconsciente. Após a derrota, a primeira coisa a fazer é baixar a cabeça e ir para o vestiário. De repente, senti algo bater na minha cara, então minha reação foi tirar de cima de mim. A bandeira sérvia rasgou e só depois me dei conta do que era, mas poderia ser qualquer outra coisa”, afirmou.

Mirotic, que participou da derrota da Espanha para a Itália por 105 a 98, na terceira rodada do grupo B do Eurobasket, lamentou o ocorrido e garantiu que não se tratou de uma ofensa a antiga república iugoslava.

“Eu disse o que senti, não era minha intenção e acabou. Pedi perdão, mas não posso fazer nada mais. Nem quero que ninguém me perdoe, mas simplesmente queria dar a minha versão de como as coisas aconteceram”, explicou Mirotic.

Segundo o ala-pivô, logo após o incidente, ele conversou com atletas da seleção sérvia, que está no mesmo grupo da Espanha, e que todos entenderam a situação.

“Eles me perguntaram amavelmente o que tinha ocorrido e me disseram para que esquecesse aquilo. Tenho boa relação com eles e está tudo bem. Isso vai passar, já nem penso mais”, concluiu Mirotic. EFE

moli/bg