Modesto “inocenta” Dunga e descarta vender Lucas Lima: “difícil tirarem”

  • Por Jovem Pan
  • 08/05/2016 19h10

Presidente do Santos disse que não vai se desfazer de seus principais jogadores para fazer caixa

Presidente do Santos disse que não vai se desfazer de seus principais jogadores para fazer caixa

Ainda no gramado da Vila Belmiro comemorando a conquista do bicampeonato paulista, o presidente do Santos, Modesto Roma Júnior, afirmou que dificilmente venderá o meio-campista Lucas Lima na próxima janela de transferências europeia – que será aberta no meio do ano.  

Questionado se seria duro segurar o atleta depois de mais um título estadual, o mandatário alvinegro surpreendeu. “Vai. Vai ser difícil eles tirarem o Lucas daqui, isso sim. Para a gente, é muito fácil. É só dizer não“, respondeu Modesto, com orgulho. A gente segura os atletas o máximo que consegue. Isso, para o futebol do Brasil, é muito bom“, complementou. 

Lesionado, Lucas Lima foi substituído ainda no primeiro tempo da partida contra o Audax, neste domingo, e saiu de campo aos prantos. Muitos especularam que aquelas lágrimas, na verdade, representavam a tristeza do camisa 20 por não poder jogar a sua possível última final pelo Santos. Depois do jogo, contudo, o próprio atleta esclareceu a situação.  

Bateu uma tristeza pelo sentimento de não poder fazer nada e ajudar meus companheiros. Só isso”, explicou Lucas Lima, antes de indicar que, de fato, Modesto Roma Junior não pretende se desfazer dele tão cedo. “Vamos ver o que a vida nos reserva. Vou aproveitar e comemorar. Eu tenho contrato com o Santose o presidente  disse que não me libera por nada. Só posso dizer que estou muito feliz por, novamente, ter sido campeão com o Santos”, acrescentou.

Rusga com a CBF 

Não foi apenas sobre Lucas Lima que o presidente do Santos falou após a conquista deste domingo. Modesto Roma Junior também comentou sobre as recentes declarações que deu à imprensa, reclamando da convocação da Seleção Brasileira para a Copa América. À ESPN, ele havia dito que, ao convocar três jogadores do mesmo clube (caso do Santos), a CBF desrespeitava o principal campeonato do País. 

Dunga chegou a rebater o mandatário alvinegro, dizendo que “se não convoca, reclamam, e se convoca, também reclamam”. Neste domingo, Modesto eximiu o treinador de culpa e atacou apenas o calendário do futebol brasileiro. 

Tem que convocar os melhores, sim. Eu não critico e nem critiquei o Dunga e nem o Gilmar. E sim o calendário muito ruim do futebol brasileiro. Ele prejudica e muito o nosso futebolEu critico a CBF por não pagar os clubes quando fica um mês com os clubes“, afirmou. 

O presidente santista também revelou que não pedirá a dispensa dos atletas chamados para a Copa América. São eles: Lucas Lima, Gabigol e Ricardo Oliveira. “Não vou pedir, porque não vou e nem posso prejudicar nenhum deles. O que quero é corrigir daqui para frente. Um calendário melhor“, decretou.