Morre Jenö Buzánszky, último integrante da Hungria vice mundial em 54

  • Por EFE
  • 12/01/2015 09h30
Budapest, 2013. november 24. Buzánszky Jenõ, a Nemzet Sportolója, 49-szeres válogatott labdarúgó, az Aranycsapat hátvédje, Áder János köztársasági elnök vendége a Sándor-palotában 2013. november 24-én. MTI Fotó: Máthé ZoltánMorre Jeno Buzánksy

Jenö Buzánszky, último integrante da mítica seleção de futebol húngara da década de 1950, morreu na noite de domingo, aos 89 anos de idade, ao norte de Budapeste, informou a família à imprensa.

O jogador foi integrante da seleção húngara que, dirigida por Ferenc Puskas, chegou em 1954 até a final da Copa do Mundo da Suíça, quando a Alemanha ganhou por 3 a 2.

Buzánszky nasceu em Újdombóvár em 3 de maio de 1925 e começou sua carreira aos 13 anos de idade em uma equipe de sua cidade natal e depois jogou nas equipes húngaras Pécsi VSK e Dorogi Bányász.

O último integrante da chamada “Equipe de Ouro”, jogou com este último clube 274 partidas na primeira liga húngara.

Entre 1950 e 1956, vestiu a camisa da seleção húngara em 49 ocasiões e em 1952 ganhou medalha de ouro nos Jogos Olímpicos em Helsinque.

Buzánszky encerrou sua carreira ativa em 1960, quando começou a trabalhar como treinador de vários equipes em Dorog e Esztergom, e desde 1993 foi eleito membro da direção da Federação Húngara de Futebol.

O ex-jogador foi internado no hospital de Esztergom em 12 de dezembro, onde foi operado.

O estádio de Dorog, onde jogou entre 1947 e 1960, tem o nome de Buzánszky desde 2010.