Mourinho critica Cristiano Ronaldo indiretamente por perda de pênalti em 2012

  • Por Agência EFE
  • 15/09/2014 14h58

O técnico do ChelseaJosé Mourinho

O técnico português José Mourinho criticou indiretamente Cristiano Ronaldo pelo pênalti desperdiçado nas semifinais da Liga dos Campeões em 2012 contra o Bayern de Munique, e descartou o posto de técnico de Portugal.

Em entrevista ao canal português TVI, o técnico, de 51 anos, relembrou suas quatro semifinais consecutivas no torneio, três com o Real Madrid e uma com o Chelsea, e reconheceu sentir “frustação” por 2012.

“Perder uma semifinal nos pênaltis quando seu melhor jogador, seu melhor batedor, aquele que você deposita toda a confiança e escolhe para a primeira cobrança, chega à marca e perde… É uma frustação que permanece”, disse Mourinho, sem citar o nome de Ronaldo.

Além do craque português, Kaká e Sergio Ramos também desperdiçaram suas cobranças no confronto com os alemães.

No entanto, Mourinho assumiu não sentir frustração pela semifinal que perdeu no ano passado para o Atlético de Madrid.

“Se você me perguntar sobre a semifinal do ano passado não há nenhuma frustração. O Atlético foi melhor na segunda partida. Ganhou e mereceu”, revelou.

A vaga de técnico de Portugal – Paulo Bento foi demitido do cargo no último dia 11 – não interessa Mourinho desta vez. Em 2010, quando tinha acabado de ser contratado como treinador do Real Madrid, o português quase assumiu a seleção.

“A outra vez aceitei porque tive uma reação emocional. Agora nem vale a pena porque, de fato, não é compatível treinar um clube e uma seleção. Também não seria ético, com tantos bons treinadores desempregados”, apontou.

Na época, o presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, impediu Mourinho de assumir o posto na seleção apesar de o técnico ter aceito o convite.