Muito mais do que o cinturão: por que Aldo x McGregor é tão importante para o UFC?

  • Por Jovem Pan
  • 26/06/2015 09h37
José Aldo e Conor McGregor disputam o cinturão dos penas no UFC 189

O combate entre José Aldo e Conor McGregor, marcado para o dia 11 de julho, no UFC 189, é tratado com muito cuidado pela maior organização de MMA do planeta. Dana White e companhia depositam todas as suas fichas no duelo que vale muito mais do que o cinturão dos pesos-penas, hoje nas mãos do brasileiro.

Segundo o presidente da organização, Aldo x McGregor é “a luta mais cara da história do UFC”. Com uma turnê mundial que apimentou a rivalidade entre os lutadores e vídeos com produção cinematográfica que aumentam a expectativa em torno do evento, o Ultimate não tem economizado para promover o combate e certamente os dirigentes da organização respiraram aliviados ao saber que José Aldo não teve confirmada a fratura na costela que poderia afasta-lo do evento.

Entenda por que o a luta o combate Aldo x McGregor é tão importante para o UFC:

Queda de importantes ídolos: recentemente o UFC conviveu com a queda dos seus grandes nomes que, por algum motivo, se afastaram do octógono. No final de 2013, Georges St-Pierre decidiu se aposentar e entregou o cinturão dos médios. Anderson Silva encarou Chris Weidman e, primeiro perdeu de forma muito criticada, posteriormente sofreu a grave lesão na perna e, ao retornar ao octógono, acabou pego no doping. Jon Jones, por sua vez, se envolveu em algumas polêmicas: o uso de cocaína e o acidente de carro fizeram com que o UFC retirasse seu cinturão. Com isso, o Ultimate aposta em Aldo x McGregor para voltar a ocupar os holofotes.

Falta de grandes personagens: desde que os grandes campeões se afastaram e Chael Sonnen deixou o UFC, a organização ficou órfã de um grande personagem. McGregor faz o tipo falastrão e engraçado e pode ocupar esse espaço. Assim como José Aldo com sua simplicidade e espontaneidade. Uma vitória dia 11 pode alavancar a imagem de qualquer um dos dois.

Ausência de megalutas: enquanto Anderson Silva e Jon Jones viveram o auge de sua carreira, uma superluta entre os campeões foi cogitada, mas nunca saiu do papel. A rivalidade criada entre Aldo e McGregor eleva o status do combate e o faz ser um dos mais esperados dos últimos tempos.

Comparação com o Boxe: enquanto o UFC se viu com problemas no início de 2015, o boxe voltou a ganhar espaço, especialmente com o combate entre Floyd Mayweather e Manny Pacquiao. Aldo x McGregor é apontado por Dana White como “a verdadeira luta do século” que tenta provar que seu evento tem a capacidade de promover lutas tão impactantes.

Crescimento do Bellator: principal rival do UFC, o Bellator tem crescido nos últimos tempos e chama a atenção com lutas interessantes. Ainda longe de ter o mesmo apelo que o Ultimate, o concorrente ganhou espaço na mídia nos Estados Unidos e até mesmo no Brasil. Aproveitando o bom momento, a direção do Bellator tem apostado na criatividade para atrair fãs de MMA e o duelo entre Aldo x McGregor pode ser a arma que o UFC precisa para mostrar ao rival sua superioridade.